terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Os ultimos delírios d Milton Mirote


Só sei q tá fóda. Meu psiquiatra o Walber tinha me dado alto e dito q as chances d eu entrar em crise eram as mesmas d minha mãe entrar em crise. Ou seja, eu tinha as possibilidades d uma pessoa normal pra entrar em crise. Porém eu entrei em crise d novo. Acho q foi porque fiquei muito tempo longe d minha namorada, na verdade é mais provável q tenha acontecido d novo, por problemas químicos no cérebro mesmo. O transtorno bipolar é cíclico, não tem cura e isso me deixa puto da vida. Nessa ultima crise, eu tive um delírio em q acreditava ser um policial viajante do tempo q era o chefe d todas mílicias do Brasil. Olha q merda... Bipolares em crise sempre fantasiam muito... Dormia no máximo 2 a 4 horas por dia. Andei tanto pra lá e pra cá q mesmo almoçando e jantando, fiquei com 63 kg e sem falar q eu fazia flexão todos dias. Pelo menos umas 200 por dia. E isso me fez perder muito peso e massa muscular.

A única vantagem nas flexões, é q aprendi a fazer flexões com os 2 dedos d cada mão, o indicador e o polegar. Faço até 30 flexões só com os dedos. Hoje ainda do conta d fazer até 80 flexões sem parar. Mas o problema não é esse, olha só o q eu fiz nessa ultima crise. Xinguei gente na Igreja católica e ameacei eles. Xinguei gente numa lanchonete e ameacei eles. Eu fazia isso pensando q eu era um comandante sem patente da polícia q tinha q botar pressão psicólogica no povo pra eles deixarem d cometer crimes. Fui duas vezes na câmara d vereadores e botei pressão psicológica em gente lá também. Nas dua vezes a polícia foi lá e me pegou mas não me machucou porque perceberam q eu era doido e como eu achava q era o chefe deles eu os tratava bem e nem resistia a entrar na viatura.

Acho q a polícia já foi me pegar a onde eu estava pelo menos umas 5 vezes. Uma vez na lanchonete, duas vezes na câmara d vereadores, uma vez numa clínica médica onde eu aprontei também e outra na rodoviária, depois deu ter surrado um mendigo doente mental no delírio d achar q ele era um traficante d nóia. Essa foi a uma das piores merdas d 2011, eu imobilizei o cara e dei duas pisadas na cabeça dele q ele poderia ter morrido, ele chegou a ter traumatismo crâniano. O cara é um tampinha d no máximo 1,50m com mais d 40 anos e morador d rua, branco dos olhos verdes.

Não foi a primeira vez q espanquei alguém na rodoviária, antes, eu tinha surrado um viciado em nóia q tinha roubado uma bicicleta d um casal e ameaçava eles d morte. O casal tinha contado isso bem na delegacia, como eu achava q era um comandante sem patente e PM2, eu fui lá e surrei o cara olha q os policiais até gostaram, pois nenhum deles ia com a cara daquele viciado q foi parar muitas vezes na delegacia. Acabei virando informante gratuito da polícia. O pessoal mesmo da polícia covil me chamava d informante.

Mas falando sobre o viciado na rodoviária q surrei, teve um momento q ele até tinha pegado uma faca e tentado me esfaquear, mas eu dei um chute no peito dele e ele foi pra trás e a faca caiu no chão, peguei a faca e entreguei pra os seguranças da rodoviária. Mas voltando d novo ao assunto da polícia me chamar d informante, eu não sei se eles me chamavam d informante porque eu doei muitos livros meus e revistas da Veja e Superinteressante pra delegacia na intenção d ajudálos a desistressar. Ou se eles me chamavam d informante porque eu bati num noiado ladrão.

Só sei q nesse delírio d ser policial, eu realmente fui informante da polícia civil, militar e federal. Mas não fiz lá grandes coisas. Apontei 2 bocas d fumo e onde eles poderiam encontrá-las na cidade. Eu vou contar como descobri essas bocas d fumo. Uma delas eu cheguei numa padaria feito doido e comecei a delirar falando q trabalhava na inteligência da polícia, nisso eu falei alto. "Onde tem boca d fumo aqui!" Então um cara do bar, onde era a boca d fumo apontou pra uma mercearia. Fiquei meio desconfiado q lá poderia ser boca fumo, ou a mercearia ou o bar. Nisso eu guardei d cabeça a localização da possível boca d fumo. E fiz um mapinha e entreguei pra polícia civil.

Não é q depois eu recebo a notícia q eles tinha fechado uma boca d fumo no lugar q eu tinha apontado. Outra boca d fumo eu descobri porque estava com 2 amigos meus q estavam voltando do hospital e passamos perto d uma casa q tinha um cara fumando maconha, ae eles comentaram um com o outro q lá era boca d fumo, eu fiz um mapinha e passei pra polícia civil e falei a localização pra PM. Uns dia depois eu passei em frente a tal casa boca d fumo e ela tava fechada, creio q eles devam ter fechado ela também.

Outra informação q eu me lembro, foi d ter dito pra pms sobre um cara q inclúsive é amigo meu q conhecia muitos traficantes d drogas q vendiam drogas numa boate, embora este amigo meu não fosse usuário eu informei aos pms onde eles poderiam achálo e falei q ele provavelmente poderia colaborar com eles.

Mas o q passei mesmo tanto pra pm quanto pra polícia civil, foi o Manual básico da OGGU, eu xeroquei ele várias vezes e entreguei pra policiais, eu acreditava q aquele manual serviria d instruções e comandos pra eles seguirem. Um dos argumentos q eu dou no Manual básico da OGGU, é q tem pessoas q são tão ruins como assassinos ou mentirosos q fazem pessoas se matarem, q a unica solução pra eles era a morte. Coincidentemente, na mesma epoca q divulgava essas idéias começou a surgir grupos d extermínio e d justiceiros aqui em Açailândia q começou a matar muito vagabundo.

Não se alguns deles tinha conhecido minhas idéias. Só sei q era um tempo também q esses grupos d extermínio q surgiram aqui e q com certeza também são formados por policiais, como a maioria dos grupos d justiceiros e extermínio é. Eles tavam matando muitos vagabundos na cidade. Eu acreditava q isso era porque meus pensamentos e energia mental estavam influenciando a mente d pessoas a fazer justiça e matar vagabundos, q era isso q eu desejava no momento. Bem se meus desejos foram realizados aqui em Açailândia por causa dos meus pensamentos ou se tudo não passou d coincidência não importa. Só sei q na época q tava em crise eu desejava muito q os vagabundos daqui morressem. "Coincidentemente" morreram. Se foi mesmo poderes mentais meus q influenciaram isso a acontecer ou não, isso não importa.

Só sei d uma coisa, o doente mental q espanquei ficou querendo me matar, ele tava até reunindo outros 8 caras pra me matarem, caras q eram carroceiros, só q eles desistiram d me matar, na época um amigo meu converso com eles e eles perceberam q eu era doente mental e desistiram. Tempos depois eu arrependido procurei o cara q tinha pisado na cabeça e prestei uma certa assistência a ele, fiz as pazes com ele, dei comida e roupas pra ele. Foi uma forma d compensar o mal q fiz a ele e ele desistiu d me matar também.

Quanto ao cara noiado ladrão d bicleta, ele também queria me matar, mas eu um dia topei com ele conversei com ele, prestei assistência a ele dando comida e roupa pra ele q ele deixou d querer me matar e até ficou uns tempos sem roubar e usar nóia, mas depois voltou a se drogar e a fazer as mesmas merdas d novo, deixei ele d mão então.

Só sei q eu dei muitas roupas minhas pra moradores d rua q ficam na rodoviária, eles aceitaram d bom grado, foi depois q um deles até argumentou com o doente mental q eu espanquei pra não me matar porque eu era uma pessoa boa com eles.

Outra situação d risco q me meti, foi ter dado uma cabeçada em um traficante d drogas numa festa, ele literalmente voou 3 metros d distância. A cabeçada q eu dei na boca dele, o dente dele pegou na minha cabeça e cortou meu coro cabeludo, na hora sangrou muito e ele teve um corte por dentro da boca. Os seguranças levaram o cara pra fora ele fico me ameaçando d morte q ia me dar um tiro. Nisso na mesma noite eu converssei com ele e aparentemente, pelo menos naquela noite ele desistiu d me matar.

Tinha dito pra ele q eu era chefe d mílicias e traficante d drogas, depois disse q eu era membro da inteligência da polícia e q era a favor da legalização das drogas. Parece q ele desistiu mesmo d me matar. Porque isso aconteceu faz uns 3 ou 4 meses já e ainda to aqui vivo. Se ele fosse me matar mesmo, acho q não duraria mais do q duas semanas depois do q houve. Eu descobri q ele era traficante d drogas porque ele mesmo me contou quando fui converssar com ele. Eu tinha dito q tinha dado uma cabeçada nele pensando q ele era racista e tinha batido num negro. Só q quando vi ele abraçando a cintura d um amigo dele q era negro foi então q fui converssar com ele e ele aparentemente tinha desistido da idéia.

Só sei q foi só eu virar as costas e sair do local q tava o cara, q um monte d playboy começou a brigar dando capacetadas na cabeça um dos outros, eu só sentei num banco e fiquei olhando os cara brigarem e disse pra outros dois caras q eu tinha entrado na mente deles e feito eles brigarem... Nossa! Eu não acredito q delirei isso!

Mas o pior não foi nem isso q eu já citei q eu fiz em 2011, nessas crises foram várias vezes q xinguei minha mãe dos piores nomes, em uma dessas vezes q eu discuti e xinguei ela até quebrei um netbook dela dando pisadas nele. Numa dessas vezes eu até briguei com meu pai d cair na porrada mesmo. Eu tinha dado um tapa na cara do meu pai e a unha pego no rosto dele e rasgo o rosto dele e eu q ainda tinha alguma consciência terminei imobilizando ele e ele me pego d um jeito também q nós dois nos imobilizamos, nós tinhamos nos imobilzado d uma forma q cada um podia torcer o pé do outro. Mas ae eu falei pra ele me soltar e ele me soltou. Tinhamos brigado na frente do meu avô e mãe.

O episódio q quebrei o netbook da minha mãe foi depois dessa briga com meu pai, nessa briga com meu pai eu delirava dizendo q era um policial federal q trabalhava na inteligência da PF. Só sei q tava feia a coisa, eu não queria tomar remédio nem a pau, até q fui num psiquiatra em Fortaleza e ele me convenceram a tomar remédio, no caso me convenceu a voltar a tomar o Piportil L4 d novo.

Só sei q fiz merda demais. Bem, eu disse pra você q acredito ter poderes sobrenaturais e q nem sempre tudo tinha sido delírio. Bem eu me lembro q na epoca q eu estava bom, eu d vez em quando sonhava com a vida das pessoas q eu conhecia e descobria alguma coisa da vida delas. Vou dar 2 exemplos d coisas q eu descobri d pessoas porque conhecia elas pessoalmente.

Uma dessas pessoas é uma amiga minha d Paragominas, eu tinha sonhado q ela converssava comigo numa praça e dizia ter terminado com o namorado dela. Ae me encontrei com ela, isso depois d ter tido o sonho e falei pra ela. "Você termino com seu namorado né." Ela disse: "Como você sabe?" Ae eu disse q tinha sonhado q ela me contava q tinha terminado com o namorado.

Outra vez eu sonhei com um sargento da pm q tinha dado aula d defeza pessoal pra mim. No sonho ele trabalhava como ajudante de pedreiro. Nisso, acordado nessa realidade eu perguntei pra ele se ele já trabalho como pedreiro ou ajudante d pedreio e ele me confirmou. Teve outra vez q já aconteceu deu descobrir coisas da vida d pessoas por sonhos, mas uma dessas vezes foi converssando com um cara pela internet, em q eu dormi, sonhei com a vida dele e depois ele me confirmou por msn.

Contei pro meu novo psiquiatra, o João Eli, q tinha a senssação d ler pensamentos. Ele argumentou dizendo q isso é porque como o bipolar tá quase entrando em crise, ele fica com a atenção tão grande q nota concietemente ou inconscitemente a linguagem corporal e expressão facial das pessoas e consege traduzir bem a linguagem corporal q chega a parecer q ele le pensamentos. Bem... Já teve vezes q eu creio q li pensamentos mesmo e q conversei com animais e juro q eles me entendia e eu entedia ele por meio d telepatia. Mas sobre esse tipo d coisa, não tem porque eu comentar. Pode ter acontecido mesmo fenômenos paranormais comigo. Mas o problema q eu delirei também e fiz merdas dignas d um cara portador d transtorno bipolar.

Creio q todo bipolar tem lá algum dom mediúnico ou paranormal, mas também tem seus problemas e delírios por ser bipolar mesmo. Pois bem termina aqui o post, eu não queria ser bipolar, mas já estou me conformando com a idéia d tomar remédios pro resto da vida, eu queria treinar qi gong pra me curar do transtorno bipolar. Dizem q qi gong cura transtorno bipolar e até mesmo cancer! Mas não conheço nenhuma mestre d qi gong...

O pior d tudo, é q voltei a estaca 0 e nem sei q rumo dar a minha vida e estou meio deprimido estes dias. Sem animo pra fazer as coisas. Até me inscrevi num concurso pro inss, mas não tenho vontade d estudar, tenho até matado aula no cursinho e nem estudo em casa. Realmente não sei o q fazer da vida, estou me sentindo perdido. Não sei o q faço pra deixar essa ociosidade d lado.
Bem. Fica por aqui este post.

Pesquisar este blog

Milton: O Jesus d Preto

Milton: O Jesus d Preto
Isso é porque muita gente me chama d Jesus, mas sou só o Milton mesmo porque Jesus é todo mundo.

Deseja fazer um Pacto com OGGU?

O q você acredita q vem depois da morte?

Você a favor da legalização das drogas?

Qual sistema d governo você acha ideal pra o mundo?

Todo poder Executivo e Legislativo devia viver num regime comunista ou socialista?

Daily Calendar

Capa do meu livro

Capa do meu livro
Essa foto é do meu amigo Alberto q fez esse blog pra mim e me ensinou a mexer nele.

Your IP and Google Map location