quarta-feira, 21 de julho de 2010

Merecendo o Perdão


Sabe quando você faz uma coisa q se arrepende muito e tenta concertar seu erro? Pois é. Meu nome é Agnaldo e eu fiz uma dessas coisas. Felizmente eu consegui concerttar meu erro. O q me aconteceu foi o seguinte. Eu estava num bar tomando umas cerveja com meus colegas e estava com minha namorada. Já estava muito embreagado e não raciocinava mais direito.

Do nada eu vi um cara q tava olhando pra minha namorada. Me levantei da mesa e falei pro cara:

-Qualé otário! Por q tá olhando pra minha namorada!?

-Eu não estou olhando pra sua namorada cara.

-Tá pensando q eu so otário rapá! Tu vai cai na porrada agora!

Foi então q a coisa aconteceu. Eu tirei o cara da mesa e vuei em cima dele. Trocamos uns socos. Mas o cara era muito fraco perto d mim. Não adiantou nada ele tentar brigar comigo. Ainda mais eu q era um lutador porfissional e famoso d MMA. Só sei q ele estava no chão quando lhe dei o golpe fatal. Eu pulei com todo meu peso em cima da cabeça dele. Acertei meus dois pés na cabeça dele.

Sabe no q deu depois. Ele teve um traumatismo crâniano. O cara não morreu. Menos mal pra mim. Mas ele ficou em coma. E já era d se imaginar o q ia acontecer depois comigo. Fui pra delegacia. Mas não fiquei muito tempo lá. O cara q acertei a cabeça, se chama Rafael. Era estudante d faculdade. Fazia História. Os pais me viram e ficaram indignados.

Confesso q me arrependi depois do q aconteceu, mas não queria ser preso, aquilo iria arruinar minha carreira d lutador. Meu empresário contratou os melhores advogados pra me defender. E como era também d se imaginar. Eu ganhei a causa. E não precisei acertar as contas com a justiça dos homens. Paguei uma indenização pra família do cara.

Eu achei q estava livre. Pelo menos da justiça dos homens. Mas o tempo foi se passando. E comecei a ser atormentado. Já tinha dado 9 dias depois do julgamento. Rafael estava em coma. Mas sua alma não! Comecei a ser perseguido pela alma d Rafael. Não dormia mais direito. Fui tendo noites e noites em claro. A consequência é q não conseguia mais lutar. Perdi uma luta importante.

E alma d Rafael sempre me atormentava. Eu o via direto. Uma vez eu estava na minha sala d estar bebendo sósinho e ele apareceu d novo. Foi então q começamos a converssar:

-Satisfeito Rafael!? Perdi essa ultima luta q era importante pra minha carreira! Minha carreira está arruinada! O q você quer d mim?

-Quando você me deixou em coma. Fez isso na hora imprópria. Pois iria doar um dos meus rins pra minha irmã q tem insuficiência renal. Agora minha irmã vai morrer, porque não podem ter um rim meu. Os médicos não podem tirar um rim meu e transplantar pra ela com eu em coma. Pois o risco d eu morrer é alto.

-Eu não sabia disso cara. Mas agora já aconteceu.

-Somos só dois filhos. Minha irmã Maiara está quase morrendo. E meus pais tem esperança q eu ainda saia do coma. Mas os médicos não tem idéia d quando isso pode acontecer. Corre o risco da minha irmã morrer e meus pais ainda terem q cuidar d mim em coma. Isso q eu chamo d infortúnio! Vou atormentar você pro resto da vida até você se fuder pelo q fez a mim e a minha irmã e a minha família!

-Cara. Eu paguei uma boa indenização pra sua família...

-Do q adianta seu dinheiro se eles vão perder a vida d minha irmã! Minha irmã vai morrer por culpa sua! Nem todo dinheiro do mundo vai fazer minha irmã viver! Ela está a beira da morte agora! Por culpa sua!

Aquelas palavras ecoaram pela minha mente. Eu então fiquei com um terrível pesar naquela hora. Desde o julgamento q minha vida começou a ruir. Minha namorada com quem pretendia me casar me largou. E agora minha carreira como lutador está decaindo também. A mídia caiu em cima d mim pra piorar mais ainda a situação. Eu pedi a Deus uma luz. E a tive! Converssava comigo mesmo quando tive uma idéia e falei a Rafael.

-E se eu doar meu rim pra sua irmã?

-O q! Você? Duvido q seus rins prestam.

-Eu posso beber. Mais mesmo assim. Não sou do tipo q bebe direto. Só bebo em certas ocasiões e quando bebo é pra valer! Ou quando estou muito triste ou muito feliz. Aquele dia no bar, só bebi porque minha namorada aceitou meu pedido d casamento. Hoje estou enchendo a cara porque minha vida está um caco.

-Se você salvar a vida d minha irmã. Não tenho porque t atormentar mais. Terá meu perdão e minha benção. Reze a Deus pra q seu rin seja compatível com o dela.

No dia seguinte. Nem perdi tempo. Procurei os pais d Rafael. Eles me receberam com desprezo e desconfiança em sua casa, d inicio nem queriam me ver. Eles ficaram espantados quando contei a istória q o Rafael me contou. Eles não espalharam essa istória do Rafael ter q doar um rim pra sua irmã Maiara porque não queriam q a midia senssacionalista os fizesse d audiência. Eu então me ofereci a doar um rim pra Maiara. Eles aceitaram

Fizemos então os procedimentos certos e pra alivio d minha consciência e pra felicidade dos pais da Rafael e Maiara. Meu rim era compatível. Foi então q eu doei meu rin a Maiara. A alma d Rafael nunca mais me atormentou. Antes d Rafael ir. Depois da cirurgia q fiz. Eu estava no hospital quando vi Rafael novamente.

-Obrigado cara. Agora posso partir em paz. Sabendo q minha irmã estará viva.

-Eu não queria q você fosse Rafael. Queria q você também estivesse vivo pra deixar mais feliz ainda sua família.

-Vou partir cara. Mas será desse mundo dos mortos. Em breve nos veremos d novo.

Quatro semanas depois. Rafael saiu do coma. Ele ficou surpreso quando viu sua irmã ainda viva. Me encontrei com Rafael d novo. Ele não se lembrava do q tinha acontecido em quanto estava em coma. Mas assim q eu descobri. Eu fui visitálo em sua casa. Fiquei sabendo q ele tinha se recuperado bem e q não tinha ficado nenhum sequela. Quando nos encontramos d novo. Foi comovente. Eu estava em sua frente. Na sala d sua casa. Ele olhou surpreso pra mim. E disse:

-Agora q o vejo eu estou me lembrando. Converssamos muitas vezes em quanto eu estava em coma. Minha alma t atormentou muitas vezes. Meus pais disseram q apareceu um doador pra minha irmã. Mas não disseram q era você. Só tenho a lhe agradecer por ter feito o bem q fez a minha irmã. Você é digno do meu perdão e do perdão d todos da minha família.

-Foi minha obrigação. Aprendi uma grande lição com isso. Tudo. Se você quer ser digno do perdão d seu irmão. Faça um bem proporcional ou maior do q o mal q você fez a seu irmão. Pois só assim será digno do perdão d Deus e do perdão d seu irmão.

Maiara apareceu. A vi sorrindo. Ela na época era só uma adolescente d 15 anos. Rafael tinha 18 anos e eu 24. Nós 3 nos abraçamos. Os pais d Rafael nos viram e ficaram emocinados. Todos nós na sala choramos d felicidade. Eu deixei d ser o lutador badboy q eu era e abandonei os ringues. E hoje. Aos 29 anos me casei com Maiara, com a benção d Rafael e com a benção d seus pais também.

sábado, 10 de julho de 2010

Saindo do Inferno


E lá estava eu, depois d ter morrido com um tiro bem merecido na cabeça por ter sido um dos piores homens na fase da Terra.
Pra mim Deus era uma farsa. Vida após a morte não existia. Mas naquele momento estava queimando no inferno, sentido as piores dores inimagináveis por um homem vivo. E refletia sobre a tão má pessoa q eu fui. Fiquei pensando comigo mesmo. Com certeza se eu tivesse certeza q iria sofrer após a morte. Eu com certeza teria feito outras escolhas na vida. Pois uma pessoa pode ser a mais má possivel. Mas ninguém quer sofrer a dor. Ainda mais uma dor eterna!

Foi então q comecei a refletir. Q tipo d Deus q todos dizem ser amor q deixa alguém sofrendo eternamente. Sendo q ele é onipotente e pode impedir isso. Foi então q me lembrei d um homem q tinha me dito. Q Deus conseguia tudo q queria e q nada o impede d conseguir o q quer. (Jó.42, vers. 1 e 2) E também teve um outro homem q me disse q Deus quer q todos um dia se salvem e alcancem a verdade e a vida.(Tim,1, cap.2, vers 3 e 4) Isso no momento me aliviou. Foi então q comecei a refletir mais ainda. Fui uma pessoa muito má e naquele estado q estava, desejava mais do q tudo concertar meus erros.

Foi então q me lembrei o q muitos cristãos diziam. Q Deus só perdoava aqueles q se arrependessem em vida. Mas eu estava vivo ainda! No inferno e sofrendo! Mas ainda vivo! Foi então q me lembrei q Jesus ensinou q não deviamos ter limites pra perdoar. Pois Deus não tinha limites pra perdoar. Jesus ensinou a perdoar 77 x 7. Quando me lembrava disso. Parecia q tinha alguém me recordando isso na cabeça. Foi então q enquanto o fogo queimava minha alma. Eu via num telão minha vida inteira se passando pela minha frente até o dia da minha morte.

Desejei muito voltar no tempo. Foi então q aos 24 anos, q eu matei meus pais e comecei a sair pelo mundo fazendo minhas atrocidades. Depois d ver a cena q eu matava meus pais com tiros d um 38. Eu desejei com todas minhas forças voltar naquele exato momento e fazer outra escolha. A d não matar meus pais. Foi então q naquele momento, com aquele arrependimento sincéro. Eu vejo minha consciência sendo sugada por uma luz.

E lá estou diante dos meus pais. Apontando o 38 pra eles. Eles olhavam com cara d desespero pra mim. Foi então q eu abaixei a arma e disse:

- Vocês podem me entregar a polícia.

Eles então me entregaram. Me rendi a polícia. Fui preso e condenado a 30 anos d prisão. Pen q tive por ter estrupado 7 meninas com a idade entre 12 e 7 anos. Eu vi q eu era mesmo um monstro. Quando fui pra prisão. Não tive nenhum privilégio lá e sofri muito também. Mas depois fui libertado. E os sofrimento q tive na prisão. Não foi nada comparado ao q vivi no inferno. Depois q sai da prisão. Eu fui negado por toda minha família. Foi então q resolvi andar pelo mundo como um andarilho e o melhor lugar q encontrei pra fincar os pés.

Foi nessa cidade. Onde agora vivo como um simples caseiro por q os dono dessa casa, tiveram compaixão pela minha pessoa. Hoje estou 77 anos e estou nesse lugar já faz apenas 7 anos. Felizmente aqui encontrei um lugar pra viver em paz meus ultimos dias. E deixo aqui esse relato a você antes d morrer nesse corpo carnal. Creio q pelo menos agora. A vida q me virá no mundo espiritual será melhor q essa. Não sei se vou retornar no tempo d novo. Mas bem q me será um prazer voltar no tempo, desde o momento q saí da barriga d minha mãe, com certeza, depois dessa lição espero viver a vida e não cometer os mesmo erros.

Ainda bem q hoje eu vejo a vida q nos foi dada por Deus. Como uma vida pra ser vivida várias vezes pra se aperfeiçoar a cada retorno. A cada vez q ela se repetir. Pelo menos hoje. Eu posso enxergar, q Deus realmente existe e nos Deus o livre-arbítrio. Mas claro. O livre arbítrios, só faz sentido se eu conhecer meu próprio destino pra não cometer os mesmo erros. Hoje também sei q um dia, terei me dissolvido em DEUS, quando finalmente alcançar a perfeição e ter o conhecimento da verdade e da vida.

Pesquisar este blog

Milton: O Jesus d Preto

Milton: O Jesus d Preto
Isso é porque muita gente me chama d Jesus, mas sou só o Milton mesmo porque Jesus é todo mundo.

Deseja fazer um Pacto com OGGU?

O q você acredita q vem depois da morte?

Você a favor da legalização das drogas?

Qual sistema d governo você acha ideal pra o mundo?

Todo poder Executivo e Legislativo devia viver num regime comunista ou socialista?

Daily Calendar

Capa do meu livro

Capa do meu livro
Essa foto é do meu amigo Alberto q fez esse blog pra mim e me ensinou a mexer nele.

Your IP and Google Map location