sábado, 16 de janeiro de 2010

O dia q escapei vivo d uma situação perigosa


Foi domingo passado, dia 11 d Janeiro se não me engano. Eu conheci dois novos amigos q fiquei d pegar umas músicas novas em mp.3 com eles. Eduardo e Tiago. Dois cabeludos como eu q amam o metal. Trocamos idéia na praça do centro e eu resolvi acompanhálos até suas casas pra saber onde eles moravam e depois ir em suas casa pegar as músicas em q um deles gravaria pra mim numa midia-dvd.

Quando deixei o ultimo deles perto d sua casa. Fui subindo a avenida q ia pra minha casa. Subi sem me preocupar com nada. Quando cheguei perto d casa. Próximo a esquina d minha casa. Do nada eu vejo um cara branco, d bermudão, chinela d dedo, camisa branca e uma pancinha d chop, com capacete branco na cabeça e mais um 38 na mão apontando pra mim e dizendo. "Passa o celular! Passa o celular!"

Mal ele tinha falado vinha o pensamento d a qualquer momento aquele cara me dar um tiro na barriga. Mas mantive a calma. Não tremi as pernas, meu coração não acelerou. Mas mesmo assim estava com medo. Um medo controlado. Então disse ao bandido calmamente. "Po cara. Num to com celular." O bandido falou. "Dinheiro! Passa o dinheiro." Eu d novo falei. "Também não com dinheiro."

Ele ficou irritado e repetiu. "Passa o dinheiro caralho!" Eu procurei manter a calma e disse. "Não tenho dinheiro aqui cara. É sério. Se você quiser pode até me revistar." O cara tava ficando mais irritado e apontando a arma pra minha cabeça e cada vez mais próximo. E d novo vinha o pensamento daquele cara a qualquer momento me dando um tiro. Eu tinha q dar algo pra ele. Como eu tinha um DVD virgem no bolso eu disse. "A única coisa q tenho aqui é esse DVD virgem. Se tu quizé ficar com ele..." Tirei o DVD do bolso o cara se aproximou e pegou ele.

Pensei q o cara ia me deixar em paz e ia vazar. Quando é fé sai outro cara d moto q tava escondido atrás do muro do vizinho na rua d baixo d casa. O cara também tava d capacete, era negro. Ae ele chegou perto do outro bandido e falo. "Fuzila ele! Fuzila ele!" Veio na minha cabeça o pensamento. "Não me fuzila e vai embora." Eu olhei pro cara e disse calmamente mais uma vez. "Por favor cara. Não faça isso." E logo em seguida voltei ao pensamento dele não me fuzilando e indo embora. Mas tive medo d qualquer momento tomar um tiro. Na verdade veio primeiro o pensamento dele apertando o gatilho. Mas logo imaginei ele vazando com comparsa dele.

O bandido me olho por alguns segundos penso e falo. "Vai t imbora vagabundo! Vai!" Falei. "Tá bom." dei as costas e ouvi o barulho da moto vazando. Detalhe. Em todo momento dessa situação. Estive d braços abaixados e o q me surpreendeu é q eu consegui ficar todo tempo calmo, mesmo estando com medo. Meu coração não acelerou e nem minhas pernas tremeram. Eu então fiquei espantado comigo mesmo. Passei da minha casa só por preocaussão pra os cara não me verem entrando em casa quando eles estivessem por perto.

Chamei meu irmão então pra abrir o portão porque tava sem chave. Vi os vigias noturnos q tinham notado também o assalto mas não precisaram agir ou não tiveram tempo d agir, pois devem ter percebido tarde o assalto. Ainda troquei ideia com eles. Eles disseram q viram os caras subindo d moto e eu nem tinha percebido nada. Eles disseram q quando ouviram o cara parando d moto depois lá perto do bandido q tava me apontando a arma q eles perceberam q era assalto. Pensavam q era moradores d lá. Porque viram a moto dobrando a avenida a esquerda. Só depois se tocaram q a coisa era séria.

Tudo bem. Eles fizeram a parte dele. Só sei q naquele domingo nem consegui dormir. Era quase meia noite quando entrei em casa. Nem dormi aquela noite. Fiquei imaginando um monte d coisas q me fizeram sair vivo aquela. Não foi a primeira vez q corri risco d vida e consegui sair vivo d uma situação dessas apenas com palavras. Pra ser sincéro creio não ser só palavras. Mas creio também q minha mente, meus pensamentos combinados com palavras me fizeram safar dessa. Talvez não. Talvez tive sorte. Isso não importa.

O q importa é q hoje estou vivo aqui deixando esse relato. Eu poderia ter reagido e me dado bem. Talvez não... Mas mesmo se eu estivesse com celular ou dinheiro passava pro cara. Pra mim não há bem material q vala mais q a vida. Só reagiria mesmo se não tivesse outro jeito. Se não tivesse escolha. Se eu tivesse d celular eu teria escolha. Mas como tava sem nada d valor mesmo, só co um DVD virgem d 1,25 reias, q nem mesmo eu passando pro cara serviu pra ele querer me poupar. Tive q ter nervos d aço e usar palavras amigáveis com cara pra ficar vivo! Ufa! Por essa eu fiquei besta. Também. A vida me ensinou a lidar com esse tipo d situação. Graças a Deus! Pois nesse dia estava na mão dele.

2 comentários:

  1. Nossa!!! que perigo... ainda bem que você teve muita calma, não sei se eu teria a mesma calma, por que sou um pouco nervosa... Batante nervosa!

    lamentavel não poder caminhar mais na rua, nem indo para propria casa.

    Graças a deus você está bem!

    ResponderExcluir
  2. Cara é foda!!!

    não se pode mais andar na rua, que vc esta sujeito q um vagabundo tente te assaltar!!! ou até mesmo acabar com a vida de alguem por mizeria de dinheiro!!!

    Sacanagem!!! BRASIL E FODA.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO! LEIA ISTO: Resolvi tirar a moderação dos comentários. Agora até você troll pode vir aqui me infernizar. Mas tudo tem seu preço! Quando você vir encher d lixo meu blog, no fim do mês vou limpar este lixo daqui e quando fizer isto. Vou estar limpando você q é um lixo no mundo. Vai doer muito em ti! Quer apostar q esta praga vai pegar? Quando sua vida depois virar do avesso, não diga q não avisei... Maktub!((Aquele q quiser se manifestar contra o q penso sinta-se a vontade, mas faça isso sem trollar, pois essa praga só inclui os trolls imbecis.) Agora você deve estar se perguntando porque estou fazendo isto? Só pra treinar minha ação com quietude mesmo.

Pesquisar este blog

Milton: O Jesus d Preto

Milton: O Jesus d Preto
Isso é porque muita gente me chama d Jesus, mas sou só o Milton mesmo porque Jesus é todo mundo.

Deseja fazer um Pacto com OGGU?

O q você acredita q vem depois da morte?

Você a favor da legalização das drogas?

Qual sistema d governo você acha ideal pra o mundo?

Todo poder Executivo e Legislativo devia viver num regime comunista ou socialista?

Daily Calendar

Capa do meu livro

Capa do meu livro
Essa foto é do meu amigo Alberto q fez esse blog pra mim e me ensinou a mexer nele.

Your IP and Google Map location