segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Um sistema d governo segundo o Guardinismo


Eu tenho o sonho d um dia virar o presidente do Brasil. Foi com esse sonho q bolei um sistema d governo q usaria pra comandar esse país. Minha convicção é q todas as leis d um país e toda conduta moral d seus cidadãos devem se basear nas 4 regras d ouro da libertação. Isso significa q muita coisa ia mudar e essas mudanças principais seria nas nossas leis. Não sei muita coisa d direito, não faço aulas d direito. Mas com a mínima noção d justiça q tenho. Toda constituição brasileira deveria ser baseada nas 4 regras d ouro da libertação.

Pra começar. O voto não seria mais obrigatório. Pois o governo não pode obrigar o cidadão a votar, mas sim incentivá-lo a votar. Pra q o cidadão vote, ele tem q se sentir realmente alguém importante pra decidir e influenciar mudanças no país. Eleições municipais, estaduais e pra a presidência é muito pouco.

Deveria haver a meu ver vários plesbicitos q seriam d 4 em 4 meses. O cidadão deveria votar em qual lei ele acha melhor pra o país. Os primeiros 4 meses seriam plesbicitos pra decidir e aprovar leis e ações e medidas d cada município. Os outros 4 meses pra decidir leis e ações e medidas do estado. E os últimos 4 meses, deveria existira pra decidir leis e ações e medidas em todo país.

E obviamente, o voto não deveria ser obrigatório. Nos 4 meses antes d haver o plesbicito. Deve sempre haver em cada canal d televisão do município, duas horas por dia d apresentação d novas leis e d ações e medidas se deve tomar no município. Os vereadores apresentam suas propostas na TV local assim como também prefeito apresenta as suas propostas.

Então na ultima semana do quarto mês acontece os plesbicitos e vota quem quizer. O mesmo vale também pros plesbitos em relação as leis do estado e do país. E as leis d preferência devem ser feitas em base nas 4 regras d ouro da Libertação. As 4 regras d ouro da libertação teriam q ser ensinadas nas escolas desde o inicio da vida estudantil d preferência. Pra q os alunos se tornem futuros cidadãos conscientes d seus direitos e deveres.

Agora veja uma das minhas propostas q eu colocaria pra serem votadas em nos plesbicitos pra mudar as leis do país. Uma das leis seriam a legalização das drogas. A outra, a legalização da menor idade penal q não seria nem d 16 anos e nem d 14, mas seria relativa e dependeria do crime, dependendo do crime até uma criança d 8 anos seria condenada como adulto.

Outra lei q colocaria, seria a pena d morte a psicopatas graves, estou falando dos seriais-killers. Pois essa raça d gente não tem recuperação e não podem ser considerado gente e nem viver entre nós. Mas dependendo do tipo d psicopatia só haveria prisão perpétua ou liberdade condicional pra os psicopatas mais leves.

Uma medida q faria como proposta também pra o país. Seria a d todo poder legislativo e executivo. Estou falando d vereadores, deputados estaduais e federais, governadores, senadores, prefeitos e presidente. A medida seria q eles exercessem seus cargos d duas formas. Ou trabalhariam d graça pra o governo se dedicando pelo menos 5 horas por dia d trabalho ao governo, podendo ser até mais dependendo da disposição e disponibilidade deles.

Ou eles viveriam a custas do governo vivendo com uma vida mais simples possível e sem regalias igual a tantas regalias q há hoje. Em outros termos eles teria d viver d forma comunista. Morariam em casas ou apartamentos simples durante o mandato. Teriam q se dispor d todos seus bens q seria do governo se esses quisessem exercer sua função. Eles viveriam, d uma forma praticamente monástica! Com influências do movimento simplicidade voluntária. Creio q se fora assim haverá menos corrupção, a corrupção poderá ser reduzida dráticamente num país com essas medidas.

Essa medida q surgiro, também é válida pra qualquer servidor publico seria incentivado a viver também dessa forma se assim bem quisesse. Mas se não quisesse, poderia trabalhar recebendo salário normalmente também.

Outra proposta q faria, seria a extinção do IPI.(Imposto d produto industrializado.)
E outra proposta q daria também pra acabar com problema do MST. Seria a d passar terra pra o movimento, mas incentivar d verdade eles a trabalharem na terra. E o dinheiro q conseguissem com a produção na terra, seria usado pra eles pagarem a terra q eles estão usando. Sem falar q investiria pesado em desenvolvimento sustentável. Essas são só algumas d minhas propostas. Poderia fazer uma lista aqui. Mas essas por enquanto são as mais urgentes a meu ver.

2 comentários:

  1. Eu sei que sua intenção com esse post não foi abranger muito a questão de Direito, e sim a questão filosófica e moral. Mas a minha resposta foi essa... hahahahaha

    Parágrafo do plebiscito: dependendo do estado seria arriscado porque nem mesmo o próprio povo sabe o que é bom pra ele mesmo. Eu também sou visionário e sonho em um dia ver todos correndo atrás de um país melhor, mas eu vejo que a maioria dos brasileiros é mau caráter.

    Em Curitiba existe uma lei que permite a realização de sirurgia de troca de sexo pelo SUS (que é de graça). Esse tipo de investimento não traz retorno nenhum. No máximo resolve problemas individuais e raros casos de transtornos sociais. Além do mais seriam formados muitos grupos de interesse destinados à votação das leis, o que dificultaria o voto democrático. Imagine se numa cidade 70% da população é de produtores rurais ricos e aparece uma lei trabalhista que diminui a carga horária. Obviamente essa lei não seria aprovada. Infelizmente democracia é a ditadura da maioria.

    Digamos que a idéia dê certo. Seria melhor mostrar as leis no papel, porque a língua falada envolve muito mais do que palavras. Ela envolve entonação, gestos, imagem, aparência, emoção... Lembra do plebiscito sobre desarmamento? Quantos atores da Rede Globo fizeram propaganda do Sim? Não pareceu esquisito? Não é atoa. Esse tipo de gente é mais persuasiva e seu discurso tem mais prestígio. Então seria ruim ver um político bem vestido, alegre e sorridente (como fez Cóllor) dizendo "meu povo brasileiro. Neste dia 8 de Dezembro vamos votar pelo progeto de lei que aumenta o salário dos professores"
    E quando a gente lê a lei no papel ela diz: esta lei não prevê aumento do investimento na educação, e para cobrir os gastos será necessária a demissão de 50% dos professores, aumento da carga horária e obrigatoriedade de dupla jornada de trabalho (ex: professor de letras deve dar aual de Português e Artes). Isso é um exemplo fictíccio mas não muito longe da realidade. Existem mutias leis enganosas, aquelas leis que abrem breças para que haja exploração e abuso de poder.

    Já que seu blog abrange assuntos religiosos: todos sabemos que o Brasil é um dos países com mais católicos no mundo. Imagine a festa que a bancada cristã faria...

    Sobre drogas, acho que resolveria muita coisa legalizá-las, SE NÃO FOCE a questão do povo... Acho a mentalidade do brasileiro não permite esse privilégio. No máximo permitir o uso, mas não permitir o plantio da droga no Brasil (sim, teria de ser importada se quisesse usar). Assim menos pessoas teriam poder aquisitivo de usar. O Brasil já tá na merda com tanto gado e soja, com maconha então... Adeus aos 2% restantes da Mata Atlântica...

    Maioridade penal: acho que 16 anos é idade suficiente pra uma "criança" saber que meter uma faca no pescoço de alguém é errado. Agora eu encontrei uma solução melhor: caso um menor de 18 comecece um crime ele seria considerado a partir daí um maior de idade, então seria julgado pela lei como um adulto. "Mas que diferença isso faria?". Não haveriam privilégios da maoiridade (como o direito de tirar carteira de motorista). É mais ou menos uma punição. Os menores que não cometessem crimes não tem privilégios de adultos, mas também não seriam julgados pelo lei como tais. Os que cometem crime ganham de presente a responsabilidade de um adulto, sem privilégios. Mas isso seria muito complicado. É... acho que diminuir a maioridade pra 16 seria bom.

    No Brasil não tem mais como haver pena de morte, mas serial-killers deveriam ser presos pra sempre, se bem que seria gasto muito dinheiro pra manter viva uma pessoa inútil dessas...

    ResponderExcluir
  2. Se tem uma coisa q incentiva a política é o dinheiro. Não é atoa que tanta gente se candidata à política, tanta gente faz Direito... Isso só atrai gente q pensa EM: dinheiro. Salário de político deveria ser reduzido, e muito... Imagine se professor foce a profição mais bem paga no Brasil. Muita gente iria querer ser professor.

    O problema do MST é q muita gente só pensa em subsistência (só quer terra pra família e pronto). Esse tipo d "obrigação" q mencionou (o dinheiro q eles conseguissem com produção de terra seria usado para pagarem a terra q usam) é uma boa ideia.

    *Curiosidade: Juscelino Kubitschek era bipolar também.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO! LEIA ISTO: Resolvi tirar a moderação dos comentários. Agora até você troll pode vir aqui me infernizar. Mas tudo tem seu preço! Quando você vir encher d lixo meu blog, no fim do mês vou limpar este lixo daqui e quando fizer isto. Vou estar limpando você q é um lixo no mundo. Vai doer muito em ti! Quer apostar q esta praga vai pegar? Quando sua vida depois virar do avesso, não diga q não avisei... Maktub!((Aquele q quiser se manifestar contra o q penso sinta-se a vontade, mas faça isso sem trollar, pois essa praga só inclui os trolls imbecis.) Agora você deve estar se perguntando porque estou fazendo isto? Só pra treinar minha ação com quietude mesmo.

Pesquisar este blog

Milton: O Jesus d Preto

Milton: O Jesus d Preto
Isso é porque muita gente me chama d Jesus, mas sou só o Milton mesmo porque Jesus é todo mundo.

Deseja fazer um Pacto com OGGU?

O q você acredita q vem depois da morte?

Você a favor da legalização das drogas?

Qual sistema d governo você acha ideal pra o mundo?

Todo poder Executivo e Legislativo devia viver num regime comunista ou socialista?

Daily Calendar

Capa do meu livro

Capa do meu livro
Essa foto é do meu amigo Alberto q fez esse blog pra mim e me ensinou a mexer nele.

Your IP and Google Map location