segunda-feira, 8 de junho de 2009

Mãos limpas ou mãos armadas?


Obs: Mais um conto meu q está no inicio do blog mas q tratei de reeditá-lo aqui d novo corrigido dos erros d dgitação e d português.

Ele está andando pelo showmício da cidade, época de eleição e uma banda conhecida tocando no palco. Lá está ela, uma garota bonita q olha pra ele. O olhar é correspondido, logo surge a aproximação. Quando se tem o: “Oi como vai...” E os três beijinhos em seguida, ele é interrompido por um outro homem q se aproxima violentamente. O elemento puxa seu cabelo grande pra evitar q ele conheça a garota ainda na apresentação, logo ele olha pra o lado pensando q está tomando um puxão de brincadeira de um amigo. Mas se espanta q quando v se tratar de um namorado ou talvez ex-namorado ciumento. Uma pequena discussão, empurrões, ameaças do tipo: “Eu sei onde você mora rapaz!

Eu t pego se você der em cima dela!” Pra se evitar confusões, a discussão não dura muito, logo o rapaz q só tinha tentado conhecer a moça vai embora do local. Depois se encontra com a garota. “Seu ex-namorado?” diz ele “É”, responde ela afirmando.

Ele se afasta, desiste da moça bonita pra evitar futuras confusões. Andando mais um pouco pelo showmício e com raiva do homem q lhe atrapalhou, derrepente resolve fazer algo diferente nessa noite, caçar uma briga. Olhou com desprezo para o elemento, não demorou muito e o elemento chegou perto empurrando. “Qualé a tua! Q q é!” Outra discussão começa, mas logo surge a pergunta. “Porque eu estou fazendo isso?” Eis a pergunta q ele se fazia no momento, porque nunca caçou confusões e geralmente quando entrava em uma sempre resolvia com suas palavras ou simplesmente ia embora e deixava de lado algo q sempre considerou perda de tempo.

Também lhe vinha os seguintes pensamentos em sua cabeça: “Ele está com dois capacetes em suas mãos, nada o impediria de acerta-los em sua cabeça de uma vez. Será q compensa essa discussão boba?” Logo palavras saem de sua boca: “Qué sabe cara, não vou discutir com você. Porque você é um Mane cara.” “Mané!” O homem q é mais alto q ele o empurra e fala: “ Quem você está chamando de Mané!”

Um outro empurrão é dado de volta, o jovem já espera no momento receber a capacetada logo em seguida. Mas em vez de reagir, deixa o homem lhe dar a capacetada sem nenhuma fazer nada. Os capacetes lhe pegam no lado esquerdo da cabeça lhe dando um corte profundo no couro cabeludo, o seu lado esquerdo fica com o olho inchado e o nariz sangrando por causa da pancada.

O jovem simplesmente não sente dor e continua olhando para o homem q lhe deu a capacetada. Não demora muito o homem q lhe acertou com o capacete já lhe agarra dando-lhe uma chave na cabeça. Mesmo com sua força aparentemente maior, o agressor não consegue segurar sua vítima.

O jovem sai da chave e tenta lhe pegar na garganta com uma mão pra lhe apertar a garganta. O agressor afasta seu pescoço sentindo um puxão na garganta, saindo com alguns arranhões nela. Logo o jovem tenta lhe pegar o braço, assim q o pega e o torce vai direto com os dentes morde-lo. Na mordida, dá uma puxada e sente gosto de sangue na boca. O agressor já se afasta com medo, de repente olha pra aquele q lhe agrediu q agora parece um possuído e está com a boca suja com seu sangue. Lhe espanta alguém menor e aparentemente mais fraco ter recebido duas capacetadas na cabeça ao mesmo tempo e ainda ter continuado de pé pra lutar com ele.

O jovem vai para seu rumo com os olhos fixados em seu rosto, ele anda calmamente e olhando pra seu oponente e em sua cabeça vem o pensamento de rasgar o pescoço de seu oponente com uma mordida. O agressor olha meio aflito mas não deixa de ter coragem, logo q chega perto o jovem, o agressor vem e lhe puxa o cabelo grande, mas toma um empurrão e lhe solta. As pessoas começam a observar aquela cena. Um tumulto começa, o agressor começa a se afastar do jovem de cabelo grande. Toda hora q o jovem chega perto e tenta agarra-lo, ele tenta de todas maneiras o evita-lo, dessa vez não tem nada nas mãos pra poder acerta-lo. O agressor mesmo assim, também enfurecido decide levar adiante o q começou. No meio dos agarrões q o jovem lhe tenta fazer, ele toma um soco no rosto.

Depois de tomar o soco, empurra seu oponente. O jovem cai a alguns metros do seu agressor q logo recupera a confiança em si mesmo. Com a raiva lhe fazendo ferver a cabeça, o jovem ainda assim se levanta e sai andando para o lado do homem q lhe empurrou. De repente os seguranças chegam e seguram os dois, do nada o jovem volta a sua consciência. Resolve deixar de lado a briga, a pedido dos seguranças.

O tumulto então acaba, depois q o jovem se escora no carro, toca seu rosto, ele sente um inchado em seu olho, uma galo muito grande está onde tomou a pancada e seu nariz sangra muito. Encosta na sua cabeça, olha sua mão e ela está suja de sangue. E isso lhe foi só o começo d um trauma q superaria com muita dor e muito custo, mas q o ajudaria a se encontrar futuramente pra ser um grande Guerreiro q é hoje.

P.S: Esse fato ai narrado, é verídico e aconteceu comigo! Fiquei um bom tempo com ódio desse cara. Mas as leis do universo trataram d puni-lo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO! LEIA ISTO: Resolvi tirar a moderação dos comentários. Agora até você troll pode vir aqui me infernizar. Mas tudo tem seu preço! Quando você vir encher d lixo meu blog, no fim do mês vou limpar este lixo daqui e quando fizer isto. Vou estar limpando você q é um lixo no mundo. Vai doer muito em ti! Quer apostar q esta praga vai pegar? Quando sua vida depois virar do avesso, não diga q não avisei... Maktub!((Aquele q quiser se manifestar contra o q penso sinta-se a vontade, mas faça isso sem trollar, pois essa praga só inclui os trolls imbecis.) Agora você deve estar se perguntando porque estou fazendo isto? Só pra treinar minha ação com quietude mesmo.

Pesquisar este blog

Milton: O Jesus d Preto

Milton: O Jesus d Preto
Isso é porque muita gente me chama d Jesus, mas sou só o Milton mesmo porque Jesus é todo mundo.

Deseja fazer um Pacto com OGGU?

O q você acredita q vem depois da morte?

Você a favor da legalização das drogas?

Qual sistema d governo você acha ideal pra o mundo?

Todo poder Executivo e Legislativo devia viver num regime comunista ou socialista?

Daily Calendar

Capa do meu livro

Capa do meu livro
Essa foto é do meu amigo Alberto q fez esse blog pra mim e me ensinou a mexer nele.

Your IP and Google Map location