segunda-feira, 8 de junho de 2009

Casamento Amaldiçoado: A lenda d Fernandes


Obs: Esse é um dos meus contos presentes no inicio do blog q eu fiz as devidas correções d português.

Era ainda a época em q os coronéis mandavam nas cidades pequenas q faziam divisas com suas terras. No caso essa cidade se chama Vazante hoje, quando ainda era apenas um vilarejo. Um coronel muito rico e com uma filha muito bonita de 16 anos, ela se chamava Ana Maria dos Reis Cortes, em q o pai queria q ela se casasse com o filho de um político muito conhecido em Minas Gerais. Nessa época era comum esses casamentos arranjados, mas q sempre tinham por trás alianças políticas e interesses extremamente financeiros. Mas tinha um problema nesse casamento, a filha era apaixonada por um jovem capanga de seu pai (Isso lembra uma novela da globo... Mas essas novelas de época sempre retratam mesmo como era as coisas antigamente.) O capanga se chamava Antônio Fernandes.

O jovem era trabalhador, honesto, boa pessoa, tranqüilo, não esquentava a cabeça fácil e tinha garra, era corajoso e ainda todas mulheres do vilarejo o cobiçavam. Pela sua coragem ele chegou a pedir com toda franqueza ao coronel a mão de sua filha em casamento e se revelou estar apaixonado por ela. O seu coronel se irritou e o despediu. A moça descobriu tudo, depois disso o seu pai começou a fazer de tudo para impedir q sua filha se encontrasse com ele. O coronel resolveu proibi-la de sair de casa.

Mas ainda assim não impedia os dois de se encontrarem. Faltando apenas uma semana para o casamento da moça, o seu pai tinha viajado a negócios. Os dois aproveitaram e se encontraram numa casa abandonada e lá dormiram juntos. Não demorou muito tempo, quando o coronel chegou de viajem, acabou descobrindo a história. Enraivecido foi com seus capangas para o sítio dos pais do jovem q lhe servia. Como não acharam o moço, o coronel mandou q expulsasse toda a sua família de lá. Quando seus pais iam embora de lá e voltavam com a carroça e sua coisas q puderam pegar com suas coisas q puderam pegar de casa. Toparam com o filho q descobriu toda a história. O moço irritado foi para sua casa q tinha sido tomada, desobedecendo os pais q não queriam q ele fosse, pois ele corria risco de vida. Ele foi de cavalo até lá. Com a carabina na mão e o facão na cintura.

Chegando perto, avistou de longe os capangas, adentrou nas moitas e as escondidas analisou q tinha cerca de 9 capangas q começavam a atear fogo em sua casa. De longe e escondido na mata, se posicionou no meio da mata e começou a atirar, matando um a um os capangas. Quando 3 deles q sobraram perceberam de onde vinha os tiros, foram em sua direção. Mas logo dois deles foram mortos na bala. Sobrou um q era um dos melhores capangas do coronel e inclusive era seu amigo, os dois tiveram uma luta sangrenta no facão. Antônio Fernandes sobreviveu. Logo em seguida, mesmo ferido foi acertar as contas com o coronel. Chegando na fazenda do coronel, enfrentou mais de seus capangas num tiroteio, entrou na casa do coronel.

Chegando lá viu Ana Maria, ele a abraçou e a beijou. Logo perguntou a ela: "Onde está seu pai!? Irei matá-lo pelo q fez!" "Não Antônio não faça isso!" Mas quando menos percebe Antônio recebe um tiro fatal nas costas, quando cai ensangüentado nos braços de sua amada. Os dois olham para o homem q atira pelas costas, era o coronel.

Q olhava com toda frieza o casal. "Larga o homem Ana Maria!" "Não pai! Ele precisa de um médico." Larga o desgraçado Ana Maria!!!"Maria obedece, o coronel olha para os olhos de seu antigo capanga. "Nunca pensei q um dia eu iria precisar de matar alguém q mataria por mim..." "Ainda bem q eu nunca precisei de usar uma bala pra matar alguém por você..."" "Sua vida chega ao fim agora Antônio..." "Não... Minha vida vai se perpetuar pela sua filha, pois em seu corpo ela agora carrega uma parte de mim...

Eu t juro q se ela casar com aquele desgraçado q você sabe muito bem q não presta, sua vida vai ser um desastre e você ainda estará fazendo a vida de sua filha também uma desgraça!" O coronel enraivecido matou Antônio. O dia do casamento chegou, no dia com muita tristeza, houve muitos sinais de q aquele casamento não devia acontecer, pessoas convidadas sofreram acidentes, um outro coronel q não gostava de Antônio teve um ataque do coração e até mesmo uma criança se machucou. Mas nem por isso o casamento foi impedido de acontecer. A filha do coronel se casou com quem não amava. Logo após o casamento seu pai começou a entrou em falência em pouco tempo e se suicidou.

Ana Maria teve um casal de irmãos gêmeos, o padrasto das crianças não tratava bem Ana Maria e nem seu seus filhos q tinham já 5 anos cada. Logo ele começou a ter pesadelos e sua casa começou a acontecer coisas estranhas tipo objetos caindo do nada, aparições do fantasma de Antônio, essas coisas de casa mal-assobrada. Mas chegou um dia q Ricardo viu q as coisas não estavam mais dando certo, suas riquezas estavam se esgotando. Logo começou a mudar e seu ódio por Antônio começou a sumir.

Logo fizeram então uma missa pela alma de Antônio, nisso sua casa nunca mais teve problemas, logo as coisas voltaram a dar certo e as crianças q eram filhos de Antônio começaram a viver bem com seu padrasto e sua mãe.

Os dois conseguiram viver felizes até o fim de suas vidas. E sua família veio a gerar muita prosperidade. Essa meu caro leitor é apenas mais uma história de muitas q acontecem nessas épocas dos coronéis, em q raramente duas pessoas sem interesses, mas mesmo assim isso não indica q elas não venham a se amar um dia. Mas o caminho para o amor entre elas se torna bem mais complicado. Mas nada q um pouco de vontade e fé para superar esses deslizes. Deus sempre ajuda aqueles q querem sua ajuda. É só querer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO! LEIA ISTO: Resolvi tirar a moderação dos comentários. Agora até você troll pode vir aqui me infernizar. Mas tudo tem seu preço! Quando você vir encher d lixo meu blog, no fim do mês vou limpar este lixo daqui e quando fizer isto. Vou estar limpando você q é um lixo no mundo. Vai doer muito em ti! Quer apostar q esta praga vai pegar? Quando sua vida depois virar do avesso, não diga q não avisei... Maktub!((Aquele q quiser se manifestar contra o q penso sinta-se a vontade, mas faça isso sem trollar, pois essa praga só inclui os trolls imbecis.) Agora você deve estar se perguntando porque estou fazendo isto? Só pra treinar minha ação com quietude mesmo.

Pesquisar este blog

Milton: O Jesus d Preto

Milton: O Jesus d Preto
Isso é porque muita gente me chama d Jesus, mas sou só o Milton mesmo porque Jesus é todo mundo.

Deseja fazer um Pacto com OGGU?

O q você acredita q vem depois da morte?

Você a favor da legalização das drogas?

Qual sistema d governo você acha ideal pra o mundo?

Todo poder Executivo e Legislativo devia viver num regime comunista ou socialista?

Daily Calendar

Capa do meu livro

Capa do meu livro
Essa foto é do meu amigo Alberto q fez esse blog pra mim e me ensinou a mexer nele.

Your IP and Google Map location