terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Intergressão d vidas paralelas: Uma experiência pessoal sobre o despertar da consciência


Obs: Para por aqui o relato Memórias d um transtorno mas volto a continuar os relatos depois desse texto.

Entre os ensinamentos do Guardianismo, está a minha teoria do despertar da consciência. Pra você entender melhor isso. Tenho q contar uma experiência própria q houve comigo. Quando devia ter 5 ou 6 anos, estava na fazenda do meu vô Milton, então sai com ele na cameonete D.20 dele pra passear. Parece q ele ia na casa d um peão dele q era lá perto.

Ta beleza. Fomo lá e depois íamos voltar pra sede da fazenda do vô. Tavam voltando com a gente umas pessoal também na carroceria da D.20. E eu falei pro meu võ q queria ir atrás na carroceria. E fui. Mas como eu era muito arteiro e num parava quieto na cameonete, fui por temosia me apoiar do lado d fora da D.20 numa escadinha q fica do lado fora da D.20, naquela parte q se abre a carroceria.

Então fiquei lá na D.20 apoiado com os pés na escadinha e segurando na carroceria. E meu vô tava em alta velocidade. O pessoal da q tava na carroceria falava pra mim volta pra dentro e fica quieto, porque eu podia cair e morrer. Tinha umas horas lá q eu ainda tirava a mão da carroceria por uns milésimos d segundo e depois voltava a me segurar.

Era muito perigoso isso q tava fazendo. Ainda mais numa estrada d terra q tinha bacada podendo fazer a cameonete pular a qualquer momento. E foi isso q aconteceu comigo quando estava justo tirado a mão da carroceria. Até me lembro d ver minha prima Quênia d longe, perto d uns pés d manga, gritando pra mim não fazer aquilo.

Mas a temosia era tanta q aconteceu o pior. Eu cai e bati a cabeça numa pedra, tudo fico escuro e na hora eu levantei e vi um monte vindo me socorre. Ae eles correram e passaram por mim como se não tivessem me visto. Depois eu olhei pra trás e vi eu deitado no chão com a cabeça sangrando. E num entendi como eu podia estar em 2 lugares ao mesmo tempo.

Foi então q eu vi um portal d luz em cima da minha cabeça. Fui comecei a ser sugado pra cima foi ae então q percebi q tinha morrido. Foi então q aconteceu a coisa mais surpreendente d todas. Eu fui parar num lugar muito bonito q pra mim era o céu quando cheguei lá.

Topei então com uma mulher q tava d roupa marrom q me levo pra uma sala, fez um gesto com a mão e apareceu um telão mostrando resumidamente toda minha vida até então momento em q morri e me mostrou pelo telão eu sendo enterrado, o pessoal chorando e tal.

E eu fiquei muito triste com aquilo, falei pra ela q queria voltar e tal. Mas ela disse q eu não podia voltar pra lá, mas disse q eu tinha outra chance. Me mostro um portal d luz d novo e eu entrei nele. Foi então q do nada. Não me lembro bem na onde, eu desperto como se tivesse sonhado com aquilo na fazenda do meu avô.

E eu fiquei encucado com o sonho. Fui contei pra minha avó e ela nem deu bola pro q disse. Ae tava lá meu avô me chamando pra passea. Fui então com ele e durante o percusso do passeio comecei a ter a senssação q já tinha passado por aquilo. O tal do dejhavu mesmo, foi então q me lembrei do sonho. Q q houve então. A gente foi lá no peão dele voltamo na cameonete. Fui atrás. Mas tava tudo acontecendo q nem no sonho, com uma diferença, eu tinha escolhido ficar comportado e não fazer estripulia porque sabia q aquilo não ia dar certo.

Agora to aqui conta essa história. Foi então q com passar do tempo, fiquei uns tempos sem acreditar nisso quando fiquei mais velho mas depois q me lembrei dessa situação q com tempo bolei a teoria do despertar da consciência em universos paralelos ou em outros planos d existência. Chamo isso q me aconteceu d intergressão a vidas paralelas. Regressão a vidas passadas, nos temo contato com memórias d outras vidas passadas q tivemos. Agora intergressão d vidas paralelas. É quando entramos em contato com o presente d nossas vidas em universos paralelos.

O q seria bem isso? O q aconteceu comigo com certeza acontece com todo mundo embora não seja da mesma maneira.Mas pense no seguinte. O q todo mundo q teve experiência d quase morte fala q acontece com eles segundo pesquisadores. Falam q quando morrem, vêem um telão com toda a vida passando pela frente e depois um portal d luz.

E com certeza é isso mesmo. Mas creio q quando chegamos do outro lado, sempre topamos com algum conselheiro q nos mostra o caminho pra despertar a consciência d novo. Ou também acontece da pessoa ver a vida toda diante dos olhos e pensar nas burradas q fez em quanto viveu e fica na vontade d querer voltar no tempo pra mudar as escolhas q fez.

E então quando ela entra no túnel d luz, a pessoa volta no tempo. A consciência desperta em outro plano d existência, ou outro universo paralelo em q a pessoa resolve fazer outras escolhas. E creio q esse despertar aconteça mais na infância ou quando a pessoa está nascendo, saindo da barriga da mãe.

Então a mente já vem programada pra fazer outras escolhas nessa vida paralela pra em q ela pode deixar a vida ou melhor ou pior. Só o numero d escolhas q você pode fazer na sua vida. Com certeza dá em um numero enorme d possibilidades d como sua vida vai ficar. Sem falar q você pode acabar também despertando em outros planos d existência completamente alternativos em q sua vida pode ser completamente diferente do q a do outro plano em q você existe q t dá é predeterminado pra outras possibilidades em q você pode ser qualquer tipo d pessoa em q terá d encarar outros desafios.

Minha crença no livre-arbítrio d verdade é essa. Você desperta logo com a mente programada por você mesmo a fazer outras escolhas q podem t levar a ter um vida pior ou melhor. Podemos até mesmo antes do despertar, em q ainda não passamos pelo túnel ter 100% d como vai se nosso futuro, mas temos a idéia d q fazendo outras escolhas q experimentamos outras possibilidades, pode nos dar uma vida pior ou melhor.

E toda vez q programamos nossa cosciência pra isso, acontece o tal dejhavu quando nos estamos vivendo ou até mesmo uma premonição q nos lembra q devemos fazer outras escolhas pra não passar por experiências ruins. Somos etenos també. E o livre-arbítrio se nós formos Deuses.

Porque digo isso. Se houvesse um Deus onisciente q nos cria, tendo 100% d certeza d todas as escolhas q você vai fazer. Ele já te criaria destinado a uma vida em q você não teria o livre-arbítrio. Mas nessa maneira q eu lhe mostro existe o livre-abítrio d verdade.

Isso pra mim não significa q não haja reencarnação. Mas vejo a reencarnação com outros olhos. Cada vez q você desperta em outro plano d existência. Você deixa uma semente espiritual sua no plano em q morreu e ela q entra no corpo d um ser vivo no momento da concepção e essa semente sua q reencarna criando uma nova alma.

No fim das contas todo mundo é todo mundo. Porque quando se desperta. Você pode despertar num plano alternativo q é você q está no lugar d seu inimigo e q seu inimigo, pode estar no seu lugar. E esse inimigo seu, pode até mesmo ser uma reencarnação futura sua no plano d existência paralelo q você tinha morrido antes.

Mas é assim as coisas. Todos nós também somos um só e fazemos parte desse Espírito Universal. Logo, ferir a seu próximo, é como ferir a si mesmo também. E ajudar seu próximo, é como ajudar a si mesmo.b

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Memórias d um Transtorno Part.5


Part.5

Ah... Mas era muita coisa sem-noção q já fiz quando estava transtornado e em crise. Estava até me esquecendo d mencionar q tinha o costume d escrever meus textos com minha idéias, imprimir uma ou mais páginas e ia na GGS(Loja d xerox)xerocar mais e mais folhas do q eu escrevia e dava ela pras pessoas. Distribuía em lojas ou dava pra amigos.

Acho q mal eles liam, pois eu tenho um péssimo português, isso eu fiz muito nas épocas em q eu estava em crise. Algumas coisas q escrevia até tinham sentido, mas eu diria q pelo menos a metade delas era delírio. Mas bem q teve coisas interessantes q escrevi e pensei no tempo q estava em crise q pra mim foram os bons momentos d reflexão da minha crise.

As idéias do Guardianismo, q é o q está no meu blog(E vocês leram a seguir.) foram uma delas. Eu comecei a bolá-las no meio do ano d 2006. O problema q eu era muito obscecado pelas minhas idéias, por isso as imprimia e dava pra quem estendesse a mão, as vejo só como minhas próprias convicções. A obsceção q tinha pelas minhas idéias q me fazia só ficar incucado com elas era uma coisa d loco mesmo.

Lembro-me também q ia em igrejas evangélicas e dava meus escritos pra evangélicos ou pastores. As vezes a igreja tava fechada e colocava o texto d baixo da porta deles, já cheguei a até colocar meus textos na caixa d correios das pessoas, escolhia na loca as casas q ia por no correio e punha.

Não me lembro bem q tipo d coisa eu escrevi em 2005, mas parte do q eu escrevi, serviu d alicerce pra mim bolar o Guardianismo, tirando obviamente as viajens q eram só delírio q nem convém comentá pelo menos agora. Tem coisas viajantes q escrevi q tão por ae em algum lugar do meu blog q foi no a ano d 2005, procura q tu acha se interessar.

Um dos sintomas q tinha além do delírio eram as alucinações, q aconteceram mais em 2005, alucinações tanto auditivas quanto visuais. As auditivas era aquelas coisas d ouvir vozes, nem sempre deviam ser alucinações, como sou espiritualista, creio q as vezes fossem vozes do além mesmo. Mas como estava confuso, era difícil pra mim diferenciar as vozes quando vinham d minha cabeça ou quando vinham do além, a maioria das vezes vinham d minha cabeça mesmo.

Quanto as alucinações visuais. Vou ter q lhe contar as vezes q elas aconteceram em 2005 e 2006, em 2007 e 2008 praticamente não tive alucinações visuais. O mais estranho d tudo, é q o ano d 2007 em q eu estava me tratando foi um ano sem delírios e alucinações, mas quando parei d tomar meus remédios mais o menos e fevereiro d 2008 voltei a ter delírios e alucinações auditivas apenas.

Mas foi no meio do ano d 2008 q eu voltei a me tratar d novo depois d ter passado por uma situação muito traumatizante q me levou aos poucos a voltar me tratar, isso eu comentarei mais pra frente. Agora vou falar como foi as alucinações q tive em 2005. Me lembro q uma vez, andando pela rua, eu de repente passei a olhar pra o chão e via um portal d luz no chão, a minha frente me acompanhando quando andava pra frente.
Outro tipo d alucinação q já tive q me lembro, foi q em uma dessas andanças q eu fazia d madrugada, eu me sentei num banco d praça. Fiquei olhando pra luz do poste, com os olhos entreabertos e começou a se formar a cara d um lobizomem na minha frente. Era como se eu visse uma tela plana na minha frente q mostrava imagem da cara do lobzomem na minha frente.

Muito bizarro mesmo, aquela imagem ia se transformando depois na imagem d um mato num lote vago em q d repente eu passei a ver gente andando nesse mato. Eu não sei se aquilo foi exatamente uma alucinação ou se minha visão passou a ficar onisciente. A imagem então sumiu e eu me levantei e fui andando sozinho noite adentro da cidade novamente.

Uma vez também me lembro d ter numa dessas andanças a noite, ter deitado na mesa d um bar fechado, q ficava do lado d fora do bar no caso. Deitei na mesa e fiquei olhando pro teto q tinha um toldo. Olhando fixamente pra ele eu me lembro bem d também ter visto pontinhos pretos q tomaram a forma d pessoas andando pela rua. Eu via aquilo como se eu estivesse em cima deles numa visão aérea.
Isso se são me engano aconteceu antes da alucinação do lobizomem. Falando em lobizomem, as vezes cheguei a pensar q era um lobo nesses delírios saía a noite d vez em quando uivando como um lobo ou então ficava num lote vago uivando também. Sem noção uma coisa dessa, isso fiz muitas vezes, foi em todos os anos a partir d 2005 em q eu delirei dava a loca d uivar feito um lobo, acreditando q um lobo tinha me possuído.

Eram uivos bem reais q assustavam gente desprevenida. Como a cada palavra q eu vou escrevendo, eu me lembro desses acontecimentos estranhos, acabei d me lembrar também q uma vez eu estava andando com meus amigos até o amanhecer e de repente veio um cachorro latindo pra nós quando viu a gente chegando na rua dele. Eu me coloquei d 4 no chão e sai correndo d 4 latindo pro cão.

O bicho saiu correndo e ganindo d medo. Tinha um ou dois amigos meus presenciando aquilo q racharam o bico d rir, sem falar q um cidadão com chapéu na cabeça bem da roça mesmo q viu aquilo e saiu rindo também. Eu juro q não tava jogando RPG nessa época, mas parte dos meus delírios d uivar achando q era um lobzomem, foi porque me lembrava das vezes q joguei o jogo d RPG Lobizomem o Apocalipse.
Na época q eu jogava RPG eu não tinha delírios, sabia q era tudo um simples joguinho, foi depois q parei por muito tempo d jogar q comecei a dar os primeiros sinais transtorno q comecei a viaja nessas onda errada. Mas v se pode um coisa dessas... Mas voltando a falar das alucinações, nem sempre eu tinha alucinações provocadas pela minha própria mente, quando eu comecei a me tratar, eu tomava aldol e tinha alucinações estranhas também.

Me lembro uma vez q fui pro CAPS, quando tomei aldol lá, eu fiquei numa sala sozinho deitado num colchonete olhando pra cima. Olhava pra luz d novo e via umas sombras com formato perfeito d homens lutando artes-marcias um contra os outros e eram várias sombras. Uma vez também quando tomei aldol e tava no CAPS e também tomei uma outra injeção pra durmir. Eu olhei pra porta fechada e via um portal d forma circular girando, ele tinha uma mistura d cor vermelha com laranja.

Era bizarro mesmo... Em 2005 também, me lembro q antes deu ter sido preso na antiga delegacia da cidade. Eu tava no meu quarto olhando pro teto dele e via uma imagem d um rato azul e cabeçudo, parecendo o Cérebro do desenho Pink e o Cérebro olhando pra mim e fazendo careta.

A imagem tinha uma aparência muito mais demoníaca em comparação com o desenho do Pink e o Cérebro. Na alucinação q eu tinha, o rato cabeçudo andava fazendo careta e apontando o dedo pra mim. Fechei os olhos e abri e ele continuava lá. Saí do quarto e fui andar pela cidade, foi nesse dia q eu fui pego pelos PM da Táticos em PGM.Ah... Mas uma das coisas q me arrependo muito d t feito quando tava transtornado.

Uma dessas foi agosto d 2005 eu cortei meu cabelo grande q tava já passando dos ombros. Cortei curto e depois disso eu no dia do meu aniversário, 24 d outubro deu-me a louca e eu rapei a cabeça logo d vez.(Mencionei esse fato quando fui na nova delegacia pegar o escrivão q tinha me batido.)

Só no fim d 2006 q eu comecei a me tratar mesmo e os primeiros meses eu fiquei muito deprimido por causa do tratamento, tentei duas vezes suicídio no inicio d 2006 com superdosagem d remédios. Até em 2006 tive uma alucinação, era em julho senão me engano. Eu já tava bem controlado, por causa do tratamento, tomando só lítium e mais algum outro remédio q não me lembro agora.

Mas sei lá, tenho motivos pra crer q dessa vez não foi bem uma alucinação. Nós tínhamos mudado pra uma casa nova em Paragominas, uma nossa q ainda tava em cosntrução. Eu lembro q eu acordei d barriga pra cima. Só q quando acordei, não conseguia me mexer. Olhando pra cima vi a imagem d um demônio bizarro q era meio homem e meio gato olhando pra mim, d repente saiu d dentro dele mais 2 demônios iguais q ficaram andando e me encarando.

Eles então tavam descendo do teto, eu q não sou muito religioso apelei pro nome d Jesus, fechei os olhos e saí do transe e não vi mais esses bichos bizarros. Foi a única alucinação q aconteceu em 2006 comigo. Nem sei se pode ser considerado como alucinação ou como um tipo d sonho q a gente tem quando não está nem dormindo e nem acordado.

Já me aconteceu isso antes algumas vezes antes mesmo dos primeiros sintomas do meu transtorno. Mas esse dia essa visão foi bizarra. Um amigo meu, o Jairo até comentou comigo sobre o assunto no msn q eu tava mexendo com coisa q não devia. Nunca fiz rituais d invocação d demônios, mas creio q meus pensamentos e meu estado d espírito não tava lá dos mais positivos.

Pesquisar este blog

Milton: O Jesus d Preto

Milton: O Jesus d Preto
Isso é porque muita gente me chama d Jesus, mas sou só o Milton mesmo porque Jesus é todo mundo.

Deseja fazer um Pacto com OGGU?

O q você acredita q vem depois da morte?

Você a favor da legalização das drogas?

Qual sistema d governo você acha ideal pra o mundo?

Todo poder Executivo e Legislativo devia viver num regime comunista ou socialista?

Daily Calendar

Capa do meu livro

Capa do meu livro
Essa foto é do meu amigo Alberto q fez esse blog pra mim e me ensinou a mexer nele.

Your IP and Google Map location