sábado, 2 de agosto de 2008

Lembranças sem sentido Cap.2-Part.2


Part.2

Começo a tocar meu rosto e sentir se tudo está bem, tudo não se passou de um sonho maluco. Olho do meu lado direito, o rádiodespertador, está marcando sete horas. Estava atrasado uma hora para meu serviço em plena segunda feira. Me lembro que estou em São Luís do Maranhão e que tenho que ir para editora e central de televisão em que trabalho, me arrumo logo, tomo o café e ligo para o táxi-aéreo. Vou direto para o terraço de meu prédio. Chegando lá, esperei cerca de uns vinte minutos e o avicóptero já chegou, nisso um piloto novo com quem a empresa não era acostumada a me mandar me perguntou:
- Para onde vai?
- Onde está o Geraldo?
- Está com pneumonia, virei no lugar dele só nessa semana. Para onde quer ir.
- Para a editora e central de televisão Miramar por favor.

As coisas estavam completamente normais, cheguei de avicóptero no trabalho. Na área de pouso da minha produção, fui correndo até a portaria. Comprimento o seu Divino, o porteiro:
- Bom dia seu Divino.
- Bom dia seu Carlos.

Entro logo no corredor, vou para a área do meu trabalho. Estava sendo como um dia de rotina normal para mim. Abro a porta da minha sala de trabalho, está tudo escuro. Acendo a luz e para minha surpresa estão todos meus colegas de trabalho cantando juntos:
- Parabéns pra você! Nesta data querida! Muitos anos de vida. E que te façam feliz!
Nisso eu não entendi mais nada, está lá o meu câmeramam Fernando, mas não vejo os outros da expedição, aí que percebi o que eu tive foi uma porção de sonhos malucos um em seguida do outro mesmo, nem acreditava que isso era real e perguntei para Fernando:
- Hoje é dia do meu aniversário?
- É sim patrão! Dia vinte quatro de outubro de 2044 cara, se tem que parar de trabalhar de mais, isso tá te deixando lelé da cuca meu! – diz ele brincando.
- É que eu tive uns pesadelos dos mais estranhos antes de acordar. Era sobre uma expedição que nós estávamos fazendo sobre uma tal de tribo Guatinchara.
- Cê sonhou com os Guatinchara, cê tá muito fascinado com as histórias que o Muapi te contou velho. Não fascina com isso não ou tu vai ficar doidão! – diz ele alegremente.
- O que foi feito dos outros? Estão vivos?
- Devem estar em suas casas agora. Por que?
- Não... Por nada não, dexa pra lá...

Meus companheiros de trabalho vinham me cumprimentar, depois vem o meu chefe falar comigo:
- Muito bem Carlos! O programa "Mistérios da vida” foi um sucesso, sua matéria alcançou autos picos d audiência.
- Eu devo estar sonhando de novo.
- Não meu filho isso é real! E você é um grande vencedor!
- É que está difícil de acreditar.
- Não seja bobo, vamos até minha sala, que eu tenho um presente para você. Sei que vai gostar.

Fui até a sala do chefe, para ver o que era, entrando lá ele senta em sua cadeira acolchoada, pega uma mala preta em cima de sua mesa depois me fala:
- Tome aqui o seu salário adiantado com um aumento de cinqüenta por cento.
Ele pegou uma mala com dinheiro vivo, abriu ela e me mostrou um monte de notas verdes em reais, me dizendo:
- Aqui tem oitenta mil reais, esse será o seu cachê de agora em diante.
- Isso é um sonho. E é muito mais que cinqüenta por cento do meu salário!
- Não! Não é meu filho! Deixa esta besteira de sonho pra lá e acorda para felicidade. Você agora é rico seu idiota! Você foi promovido! – diz ele meio irritado(O cara tem a cabeça quente.) – E pra melhor, agora você é o diretor geral da área de reportagem. Você tem em suas mãos o que todo mundo gostaria de ter, o cargo de diretor geral.
- Não chefe eu não posso aceitar isso, acho que não mereço.

De repente tudo mudou novamente, meu chefe, com suas roupas que não eram muito largas se rasgaram, quando ele começou a inchar. O deixando em farrapos e o meu chefe começou a criar forma de um Guatinchara, sabia que tinha algo de errado, as coisas estavam boas de mais pra ser verdade. Meu chefe falava apontando o seu dedo indicador com aquela garra enorme quase encostando na minha testa e falando:
- Como você não pode aceitar seu idiota! É assim que você me agradece! Você não merece ficar vivo por isso! – diz rosnando.
- Meu Deus do céu! Isso deve ser outro sonho!
- Quantas vezes que vou ter que te falar que não é seu imbecil! – ao mesmo tempo que ele fala isso, já pula sobre a mesa do escritório e vem me atacar com uma garrada.
Desesperado, me afasto rapidamente dele e começo a correr. Por sorte minha, a porta já estava aberta. Saio da sala e começo a correr pelo corredor. Vou direto para sala que tinha sido recebido por meus companheiros de trabalho, quando entro lá! Tenho mais uma surpresa, todos estavam com forma de homem onça. Cada um com cara de uma espécie felina e ainda vestidos com roupas de trabalho. Foi só mais um pretexto pra eu começar a gritar novamente:
- Ah! Até vocês estão com essa forma bizarra!

Em seguida Fernando em sua forma monstruosa, fala comigo como se tudo estivesse normal:
- De que forma bizarra você esta falando?
- É essa sua forma de Guatinchara. Você ainda não percebeu?
- Carlos! Você deve tá brincando comigo cara. Cê não acha que ficou meio doidão depois de ter feito a matéria sobre a tal tribo Guatinchara, ou você que tá brincando com a cara da gente?
- Ah meu Deus do céu! Será que minha vida é feita de sonhos e pesadelos! Pensei que isso já tivesse acabado!
- Carlos cê deve tá ficando alienado e paranóico meu! Venha aqui! Vamos conversar.
Imaginem a cena de um homem meio onça conversando com você e vindo para seu rumo e um monte de monstros felinos de pé andando para seu lado, é inevitável ficar parado sem dizer nada:
- Se afastem de mim! Não quero vocês perto de mim!

Em seguida Fernando me diz novamente:
- Fica calmo. Nós só queremos te ajudar Carlos. Vai dar tudo certo.
- Isso tudo não deve passar de mais um sonho maluco pra mim!
- Não cara isso não é sonho meu. É o cê que tá ficando esquizofrênico meu.
Quando percebo meu patrão entra pela porta com sua forma monstruosa, chega bem perto de mim e diz:
- Você não merece mais o meu respeito seu traidor! Vai morrer agora!
- Não! Não me mate! Saia de perto de mim! – digo botando as mãos na minha frente e fechando meus olhos.
Do nada as coisas voltam ao normal, não tem mais ninguém com forma d Guatinchara. De novo o meu patrão me começa a dizer:
- Olha aqui Carlos, se isso é uma brincadeira de mal gosto, saiba que está despedido.
Nisso, Fernando me defende :
- Não patrão. É que ele tá meio perturbado com as coisas. Fica calmo Carlos senta aqui nessa cadeira. – diz Fernando arrastando uma cadeira pra mim.
Me sentei e comecei à escutá-lo:
- Tá mais calmo agora mano?
- Acho que tô...
- Peraí cara! Deve que cê tá vendo alguma alucinação cara. Mais já deve estar vindo aí a sua ajuda.
- É! Tudo bem... – digo aflito – Eu devo estar ficando louco. Só pode ser... Eu que pensei que isso já tivesse acabado
- Não se preucupe. Tudo vai dar certo amigão.

Comecei a ficar mais calmo desta vez, respirei fundo, abaixei a cabeça e puis a mão nela. Nisso o meu patrão me perguntou:
- Carlos... Por acaso você usa LSD?

Tirei a mão de meu rosto, levantei minha cabeça e na hora que fui lhe responder que nunca tinha usado LSD, tenho mais outra surpresa. O meu chefe está com o corpo de homem onça outra vez! Já imaginava que isso poderia acontecer, só não imaginava de ter a reação de mandar a cadeira que eu estava sentado na cabeça dele. Depois disso, dois funcionários me seguraram pelas costas. Em seguida vejo meu patrão na forma normal de novo começando a falar:
- Ele está louco! Chamem a segurança! Depressa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO! LEIA ISTO: Resolvi tirar a moderação dos comentários. Agora até você troll pode vir aqui me infernizar. Mas tudo tem seu preço! Quando você vir encher d lixo meu blog, no fim do mês vou limpar este lixo daqui e quando fizer isto. Vou estar limpando você q é um lixo no mundo. Vai doer muito em ti! Quer apostar q esta praga vai pegar? Quando sua vida depois virar do avesso, não diga q não avisei... Maktub!((Aquele q quiser se manifestar contra o q penso sinta-se a vontade, mas faça isso sem trollar, pois essa praga só inclui os trolls imbecis.) Agora você deve estar se perguntando porque estou fazendo isto? Só pra treinar minha ação com quietude mesmo.

Pesquisar este blog

Milton: O Jesus d Preto

Milton: O Jesus d Preto
Isso é porque muita gente me chama d Jesus, mas sou só o Milton mesmo porque Jesus é todo mundo.

Deseja fazer um Pacto com OGGU?

O q você acredita q vem depois da morte?

Você a favor da legalização das drogas?

Qual sistema d governo você acha ideal pra o mundo?

Todo poder Executivo e Legislativo devia viver num regime comunista ou socialista?

Daily Calendar

Capa do meu livro

Capa do meu livro
Essa foto é do meu amigo Alberto q fez esse blog pra mim e me ensinou a mexer nele.

Your IP and Google Map location