sábado, 15 de março de 2008

Um paradoxo do porque não legalizam as drogas


OK pessoal. Vamos pensar no seguinte. D repente legalizam todas as drogas. Quem iria sair perdendo com isso? Os senhores da guerra q traficam as armas. Pois o q acontece hj é o seguinte. Policias combatem os traficantes q combatem os policias. Uma guerra sem fim q sempre vai continuar. Como a polícia sempre combate cada vez mais os traficantes d drogas nas favelas. Q é o caso do Bope e outras tropas d elite. Os traficantes cada vez mais precisam d armas mais fortes pra combater a polícia. Ae q vem. Eles compram as armas d senhores da guerra. Q são gente q tem contato com exercito brasileiro ou d outro país. Os caras q tem esses contatos, são miltares tanto da polícia qt do exercito. No filme tropa d elite e Cidade d Deus. Mostra tb q policiais corruptos q vendem armas pra os próprios bandidos da favela. É uma puta sacanagem! Se legaliza as drogas. Os senhores da guerra não vão ter mais lucro. E mesmo q legalizarem as armas, é mais vantajoso q as armas sejam vendidas d forma ilegal. Pq sai mais caro e não se há controle sobre quais armas serão vendidas. Podendo ser vendidas armas d alto calibre e poder d distruição. Se o governo permitisse a venda d armas pro cidadão, não seria qualquer arma q vc poderia ter como é com elas ilegalizadas. Por isso q hj. Creio eu, q haja senhores da Guerra conspirando pra q as drogas nunca sejam legalizadas aqui no Brasil e no mundo. Pq só assim eles vão continuar lucarndo cada vez mais com a guerra. Pois o q os inrriquece, é os outros se matando, não importando qual lado seja pra q eles vendam as armas. É uma baita teoria da cosnpiração! Só q é real!

12 comentários:

  1. Prezado Milton,

    Sou administrador do Ôxe! BLOG e me chamo Paulo. Fiquei sabendo da sua história por meio do vídeo que está circulando no YouTube, com a agressão sofrida por você - inclusive foi uma das postagens que mais recebeu manifestações no meu blog.

    Adoraria, e acredito que os meus visitantes também, de saber mais sobre aquela história, como anda a sua vida hoje e também de informações sobre o seu livro.

    Estaria disposto a conceder uma entrevista? Fico aguardando a sua resposta e agradeço desde já a sua atenção.

    O endereço do blog é http://www.oxeblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Camarada,

    seu livro é uma tradução perfeita dos ensinamentos de OGGU. Adoraria patrociná-lo, mas não tenho meio para tanto. Conheço, contudo, um mecenas disposto a fazer isso. O nome dele é André, e atende pelo telefone (43)3321-0340. Ele promove sessões de oração ao grande OGGU e seu QG atende pelo nome de Parada. Diga que o Leonardo Hanson te indicou.

    Atenciosamente
    Leonardo Hanson

    ResponderExcluir
  3. Caro Guardião,

    não pude deixar de me consternar ante à martelada desferida em você. Sou magistrado e prontifico-me a ir à juízo em vosso nome e enquadrar o agressor no inciso 4o, parágrafo 2 da lei 8928-99.

    À sua disposição
    Prof. Dr. Fernando Orsi Vieira (OAB 82309389-0)

    ResponderExcluir
  4. Caro Milton, eu, e me arrisco a dizer o Brasil inteiro, estamos ansiosos pela publicação da sua grande obra, que pelo que tudo indica irá renovar a base moral da nação. Como ela ainda não veio a lume por uma mera questão financeira, sugiro que você abra uma conta para receber doações e inclua no livro uma seção de Agradecimentos aos colaboradores. Deste modo você não precisará se desfazer de sua vaquinha. Não tenha dúvida que meu nome seria o primeiro a figurar em tão respeitável posição.

    Com a mais sincera admiração,
    Bruno Gazzoni
    Londrina/PR

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Tio,

    compra uma rifa da minha formatura?

    Desde já e sem mais
    Fernandinho do Direito

    ResponderExcluir
  7. Ô meu,

    não compra não. Esse daí é pilantra, fica vendendo rifa pros cliente, não paga o conhaque e ainda róba os copo de vidro. Não vendo mais cachaça pra você não.

    Pilantra! Vaza, vaza!

    Fernandão da Keiko

    ResponderExcluir
  8. Acho que você esta certo cara.
    E estou vendo que não so o asunto abordado aqui e tambem a sua historia da "Martelada"-"O Quardiao universal",esta sendo bem comentada como na proposta de entrevista ai do lado.

    Cara bem que poderia ser "patrocinado"esse "livro" como um livro mesmo.Ou você escreve mais aumentando a obra.
    Ja deve ter recebido propostas!ou não?

    E o video seria ainda mais reconhecido nÈ mesmo.

    Bom não esto com ideia para comentar mais...
    Bem que queria mais não estou.

    Gostei.
    Fui.

    ResponderExcluir
  9. HEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEU
    HEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEU
    HEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEU
    HEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEU
    HEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEUAHEU

    ResponderExcluir
  10. Na moral, agora tenho certeza porque o nosso país tem tantos corruptos e corruptores no poder, porque tem uma parte de brasileiros IDIOTAS como todos vocês que dão incentivo para charlatões, golpistas, Pastores, Padres, Lulas, Denúbios e afins...Alienação é seguir um IMBECIL seja Pastor, seja político, seja o traficante que vende ilusões ou até mesmo o Big Brother, meu Deus esse país tá é FUDIDO com pessoas como vocês que apoiam esse tipo de conduta.

    ResponderExcluir
  11. O mundo está fudido!

    Pelo menos, se as drogas fossem legalizadas, mta coisa ia ser melhor. Mas uma coisa é certa, teriam de proibir para menores de 18 anos, porque: mesmo pessoas com mais de seus 20 anos não tem muita conciência, como é que alguem tão novo poderia ter tanta responsabilidade de usar drogas ou não?

    Eu tambem sou a favor de legalizarem, contanto que tenham lugares específicos para o uso dela, como na própria casa, ou em certas festas. Sair na rua, drogado, proibido. Tem como descobrirem e tals se uma pessoa está ou não drogada. :D

    Muito bom, Guardião.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO! LEIA ISTO: Resolvi tirar a moderação dos comentários. Agora até você troll pode vir aqui me infernizar. Mas tudo tem seu preço! Quando você vir encher d lixo meu blog, no fim do mês vou limpar este lixo daqui e quando fizer isto. Vou estar limpando você q é um lixo no mundo. Vai doer muito em ti! Quer apostar q esta praga vai pegar? Quando sua vida depois virar do avesso, não diga q não avisei... Maktub!((Aquele q quiser se manifestar contra o q penso sinta-se a vontade, mas faça isso sem trollar, pois essa praga só inclui os trolls imbecis.) Agora você deve estar se perguntando porque estou fazendo isto? Só pra treinar minha ação com quietude mesmo.

Pesquisar este blog

Milton: O Jesus d Preto

Milton: O Jesus d Preto
Isso é porque muita gente me chama d Jesus, mas sou só o Milton mesmo porque Jesus é todo mundo.

Deseja fazer um Pacto com OGGU?

O q você acredita q vem depois da morte?

Você a favor da legalização das drogas?

Qual sistema d governo você acha ideal pra o mundo?

Todo poder Executivo e Legislativo devia viver num regime comunista ou socialista?

Daily Calendar

Capa do meu livro

Capa do meu livro
Essa foto é do meu amigo Alberto q fez esse blog pra mim e me ensinou a mexer nele.

Your IP and Google Map location