quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Memórias d um Transtorno Part.3


Part.3

É. Podia ser q nem sempre q ouvia vozes q eu estava delirando. Mas eu delirava nos tempos d crise. Aquela coisa comum d transtornado q tem esquizofrenia ou bipolaridade. Você acha q faz parte d uma teoria da conspiração, q tudo é uma conspiração a seu redor, delírios d grandeza, em q você se acha importante d tal maneira pro mundo q se você não fizer alguma coisa, tudo vira desordem total.

Me lembro bem d muitos dos delírios q tive, mas vamos começar por parte, vamos começar pelos delírios d 2005 e das coisas q eu aprontei quando estava em crise, q hoje eu olha pra trás e nem acredito q tenha feito tamanha merda. Eu tinha uma péssima mania d ir em igrejas evangélicas debater sobre um versículo da Bíblia, em especial um q está no Mateus Cap.5 q falava q não se devia orar gritando.

Como se fosse adiantar isso. Mas o problema não era isso, mas sim as confusões q me metia nessas Igrejas. Uma vez fui na Igreja Deus é Amor e num debate com uma pastora, ela me estranhou e começou a fazer aqueles exorcismos gritados pensando q eu tava possuído. Ae veio todas as poucas crentes q estavam na pequena igreja d esquina com a gritaiada pra cima d mim. Eu só sei q não gostei disso e puxei o fiu do microfone q puxou junto a caixa d som q caiu no chão fazendo o maior barulho. E as crentes entraram em desespero, ae a pastora me pediu pra ir embora educadamente e eu fui embora da igrejinha ouvindo aos berros as crentes gritando q eu era louco e q deviam chamar a polícia.

É... Poisé. Parece cômico e ao mesmo tempo absurda essa situação, o problema q veio depois foi as conseqüências. No outro dia espalhou pelas redondezas q eu bati na pastora e espanquei as crentes. Mas como esse povo aumenta as coisas. Não foi a primeira vez e nem a ultima vez q aumentaram de mim as coisas q eu fazia.
Olha q eu ainda depois voltei pra igrejinha Deus é Amor. Fui lá algumas outras vezes depois pra bancar o idiota tentando convencer outros idiotas d alguma coisa, algo q com certeza não adiantaria d nada.

Uma vez levei dois amigos e duas amigas pra dar balinha no dizimo pra os religiosos. Só fui eu, a Flávia, q era a mina com quem me apaixonei depois da Sara e com a Juliane e com outros caras q não me lembro do nome. Só sei q na noite q demos a balinha. Só eu, Juliane e Flávia q demos a balinha, eu ainda dei um real.
Depois q demos as balinhas d dízimo, as crentes mais xatas vieram nos devolver as balinhas mas não devolveram meu um real. Eu ainda arranjei tempo pra discutir com o pastor, q criticou a atitude d dar balinhas. Falei umas merdas e ouvi outras merdas e então fomos embora.

Essa onda d dar balinha como dizímo na verdade eu tinha feito primeiro sósinho foi na Universal. Lá o pastor ainda chegou a falar no microfone q devíamos levar a sério o dizimo e não dar balinhas como doação.
Lembro q eu até criei no orkut uma comunidade chamada ordem da balinha sagrada, q não deu mais q 12 pessoas. Eu sonhava alto, pensava q ia reunir muita gente só pra protestar nessas igrejas dando balinha pra os pastores só pra eles pararem d gritar nos seus sermões.

Só q esse tipo d situação não se repetiu d novo nas outras igrejas. Mas com certeza já fiz coisas piores nessas igrejas. Me lembro d uma vez q fui na igreja Quadrangular. E lá fiz o maior furdunço, enquanto o pastor falava no microfone eu falava mais alto ainda tirando sarro com a cara do pastor com o q ele falava.
Só sei q teve um momento lá q um dos obreiros me tirou d lá chamando me gentilmente pra ir pra cozinha. Eu fui. Só sei q lá eu comecei a debater com o obreiro d novo. Como o debate num levou a nada eu empurrei ele contra parede e segurei forte nos braços dele e falei umas coisas pra ele q nem me lembro mais, mas q eram uma tremenda besteira, pra variar.

O obreiro era aparentemente mais forte q eu, mas não conseguiu se soltar dos meus braços. Foi um outro obreiro q se aproximou e falou pra mim soltá-lo e eu o soltei e fui pra um canto conversa com outro obreiro. Eu fui, conversei um pouco com ele e depois fui embora da Igreja e fiquei como sempre rodando a noite sósinho por Paragominas.

E pra variar nessa cidade d gente fofoqueira, mais uma vez virei alvo d falação nas ruas d Paragominas. Ae o povo das Igrejas ao redor começou a ouvir sobre um maluco q ia em igrejas aprontar bagunça. Me lembro mesmo q o q deixou a crentaiada brava comigo foi quando eu cheguei na Igreja Batista e aprontei lá também.
Tudo começou com eu debatendo inutilmente com uma crente e tinha um mototaxista ao lado me olhando e q era crente também, q me pegou pelo braço e foi me levando pra fora a força. Só sei q na hora eu nem pensei em reagir contra ele porque eu tava dentro da igreja. Mas quando eu saí da igreja com ele segurando meu braço, eu me soltei dele e lhe dei um belo soco na cara.

Ae já veio os outros crentes me segurando pelo braço querendo me bater, só sei q falei pra eles me largarem ou o bicho ia pegar. Eles ficaram com medo e me soltaram e depois disso ainda veio um crente me falar q lá era a igreja d Deus e q não devia blasfemar ou fazer algum ato d violência lá dentro. Eu simplesmente falei rindo q lá era a igreja do diabo.

Ele repetiu dizendo q não. Mas tinha umas garotas crentes q viram aquilo q começaram a chorar e se ajoelhar e a praticamente delirar implorando a Deus um monte d coisas, foi ae q eu falei: “Ta vendo. Essa igreja é do diabo. Pois se fosse d Deus essas mina num ia ta chorando desesperada ae agora.” O outro crente calou a boca e eu fui embora.

E nisso o povo no outro dia só falando na cidade q eu bati nos crente, como sempre aumentando dizendo q eu tinha enchido d porrada o mototaxista. Sendo q só dei um soco na cara dele. Mais vê se pode... Só eu mesmo pra me meter nesse tipo d encrenca.
Depois vieram me contar q os batistas tavam tudo querendo me pegar pra me dá um corretivo. Só sei q teve uma vez q falaram pra minha psicóloga do caps e pra muita gente q eu tentei matar o pastor da igreja Batista com um tiro. Isso foi uma vez q eu levei pra ele um texto q tinha imprimido no escritório da minha mãe q tinha um monte d besteiras escritas, só algumas coisas se salvavam.
Na hora q eu entreguei pro pastor já era d dia, só deixei na sala dele e sai, na hora q fui embora, dei as costas pra ele. O pastor me chamou e eu me virei apontando o dedo pra ele e fui embora. Na hora q me contaram essa q eu tentei dar um tiro no pastor eu me lembrei q tinha apontado o dedo pra ele. Foi então q cheguei a conclusão q algum crente babaca devia ter me visto apontar o dedo pra ele e pensou q eu tava armado e já saiu porae fofocando e deu nessa maior merda. Agora fiquei com fama d pistoleiro também na cidade. Só me faltava essa.

E nisso minha mãe só ouvia as fofocas e já tava ficando com olheiras d tantas noites mal-dormidas d tão preocupada q ficava comigo, por causa do q o pessoal comentava com ela. Era dureza pra ela. Teve as vezes q ela já chegou a chorar d desespero e chegou um tempo q ela tava quase pirando também. Mais agora uma coisa q me lembro q já cheguei a fazer também numa igreja e creio q essa foi a ultima q aprontei numa igreja, q pra finalizar era na igreja Católica. Teve uma hora q eu simplesmente cheguei perto daquela bacia d água benta, como tinha os cabelos bem grandes, eu abaixei a cabeça, molhei os cabelos na bacia d água benta e levantei a cabeça jogando a maior água pra cima e depois balancei a cabeça vendo no ar um monte d fagulhinhas d luz azul brilhando no ar, ilusão diótica é claro. Depois disso eu ainda tive a cara d pau d sentar no trono do padre q ficava d frente pra o altar e ainda discursei um pouco pra umas poucas pessoas q tavam lá.

As pessoas eram umas meninas fiéis e umas faxineiras, depois chego a irmã Giza e me tiro d lá, me convenceu a sair gentilmente d lá e depois me levou pra casa. Irmã Gisa é uma freira q é muito amiga d minha mãe e minha também. Ela deu a maior força pra minha mãe agüentar o maior trabalho q tava dando pra ela.

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Memórias d um Transtorno Part.2



Part.2

Em 2004 eu tinha ações violentas q eram de auto-flagelação na sua maioria das vezes e gritei algumas vezes com meus pais quando não estava nos melhores momentos da vida, mas foi em 2005 q comecei a ter delírios pra valer.
Tudo começou quando não conseguia dormir a noite. Lembro q pegava escondido a chave do escritório d advocacia da minha mãe d madrugada e ia pra lá mexer na internet. O escritório d minha mãe ficava a poucos quarteirões d casa. Nossa casa era no centro d Paragominas na época. Era uma casa alugada. Pois como ia dizendo. Passei a não dormir a noite. Teve as vezes q fiquei até 3 dias sem pregar o olho nos momentos mais fortes da crise. Primeiro começou com eu indo nas madrugadas mexer na internet do escritório.Mas logo minha mãe descobriu e passou a guardar a chave do escritório no quarto dela. Minha mãe não queria q eu fosse no escritório d madrugada mexer na internet.

Fiquei revoltado com ela por me impedir disso. Mas passei a respeitar essa decisão e não ir mais no escritório d madrugada. Mas ainda assim saía d madrugada pra andar a noite sozinho pela cidade pensando na vida. Foi nessa época q comecei a ouvir vozes do nada. Creio q nem sempre vinham da minha cabeça, apesar d hoje crer q na maioria das vezes as vozes tenham vindo d minha cabeça. Provavelmente teve as vezes q as vozes não vinham d mim mesmo.

Nessa época eu ainda estava bem magro. Morava com a gente o Fábio, garoto meio surdo mudo q minha mãe tinha adotado por uns tempos. No início, Fábio parecia ser uma boa pessoa, mas com o tempo veria q ele não era confiável. Mas vamos falar do Fábio mais tarde.

Em 2005, teve duas garotas q me marcaram, Sara e Flávia. Também foi em 2005 q conheci Andiara e Elisãngela, minhas terapeutas ocupacionais do Caps. Nessa época eu também conheci a Sharva, prima do Fábio q era uma mina muito interesseira, que conheci ainda quando estava usando a bolsa colostomica e q com quem futuramente vim a ter uma curtição q não evoluiu pra nada.

Mas vamos falar primeiro d Sara. Eu tinha 20 anos na época e ela tinha 14, tínhamos virado amigos, acabei me apaixonando por ela. Apesar disso nunca me aproximei o bastante dela pra q tivéssemos um relacionamento sério. Sara era depressiva. Ela nasceu com uma doença genética sanguínea q deixava fraca, como a aids, apesar d não ser aids, q eu saiba hoje já se curou.

Na época ela me contou isso, viramos amigos. Mas foi também nessa época q comecei a delirar. Num dos meus delírios eu via Sara como uma menina perseguida por uma sociedade secreta q queria pegá-la pra fazer testes científicos. Como não estava certo da cabeça. Tive essa conversa com a mãe d Sara. Q tratou logo d inventar umas mentiras pra Sara ficar longe d mim.

Só sei q teve um dia q Sara começou a me tratar diferente e não queria mais conversar comigo, foi um dia na praça q eu procurei ela, com muito custo consegui conversar com ela e foi então q ela me disse q eu fofoquei pra mãe dela q ela tava ficando com um cara mais velho.

Claro q isso era mentira, mas foi o q fez ela deixar d ser minha amiga. Me lembro q também uma vez tentei conversar com ela na casa dela. Mas ela praticamente me expulsou aos berros da casa dela. Como a mãe d Sara não queria ver a discussão ela pediu pra q eu fosse embora. Fui então e a partir daquele dia, fiquei muito triste e com muita insônia.

Fiquei passando noites em claro pensando nela e chorando por ela, Sara foi a primeira menina com quem tinha um relacionamento q meu transtorno me afastou. Quando se está transtornado e as crises com delírios começam a ficar evidentes, as pessoas começam a se afastar d você. Isso foi algo q tive d encarar, a discriminação por ter transtorno mental.

Ainda assim tinha amigos. Eu não me tratava com remédios, mas ia muito no Caps pra fazer terapia ocupacional. Lá fazia terapia ocupacional com Andiara, uma terapeuta q anos depois viria a ter um relacionamento amoroso. Mas por enquanto isso não aconteceria em 2005.

Andiara sempre me fazia um reiki, eu sempre conversava com ela e com Elisângela sobre misticismo. Falando em misticismo, me lembro q o primeiro diaganóstico q doutora Welaide me deu foi uma tal d acesse-mistíca. Bem q eu sempre fui meio místico, mas naquela época estava mais q o normal, eu ouvia as vozes. O q as vozes me diziam. É q eu era o Guardião daquela cidade e q por onde eu andasse eu absorveria energias negativas e não aconteceria coisas ruins na cidade.
Não sei bem se isso era verdade, mas a cidade aparentava muito calma por onde eu andava a noite. Eu me lembro q até ia no hospital d madrugada e d dia pra perguntar as enfermeiras pra perguntar se tudo estava bem por lá. Elas diziam q estava bem calmo Paragominas e q poucas pessoas estavam sendo internadas por causa d alguma forma d violência.

Não sei se era mesmo eu q estava puxando energia negativa q impedia os outros d cometerem atos violentos ou se eu estava numa época tranqüila d Paragominas. Acho q a segunda alternativa é mais apropriada no caso. Mas agora uma coisa q me faz acreditar q nem sempre as vozes vinham d minha cabeça. Foi um situação peculiar q me aconteceu quando estava com um amigo, o Marcinho.
Sei q tinha conhecido o Marcinho através do Alex.

O Alex é locutor da rádio Jarama d Paragominas até hoje. Ele q tratou d me apresentar a galera na época. Só sei q naquela época, partiu a idéia não sei se foi d mim ou do Marcinho d fazer um movimento d uma galera q gostasse mais d coisas diferentes. O movimento seria algo pra a galera se reunir e debater sobre misticismo, artes, filosofia e outros ideais d molecada.

Acho q foi mesmo o Marcinho q veio com essa idéia, só sei q ele queria q eu fosse o líder do movimento. E me pediu pra bolar os ideais do movimento no qual chamamos d ADEL, (Arte do diálogo, do Espírito e da Luta) eu tive a idéia d reunir também pessoas q gostassem d artes-marcias no movimento.
Mas voltando a situação peculiar q aconteceu, eu escrevi os ideais da ADEL pra mo Marcinho ler, ele gostou. A ADEL seria tipo uma seita também lá em Paragominas, era essa idéia minha e do Marcinho, não sei q diabos o Marcinho foi ver em mim alguém pra ser um líder!

Só sei q ele queria chamar os hippies da praça pra fazer parte do movimento também. No dia q estávamos juntos, ele saiu d perto d mim por uns instantes e foi falar com os hippies.

Antes dele voltar, já tinha ouvido na minha cabeça q ele tentará conversar com os hippies q não lhe deram nenhuma atenção. Foi então q ele chegou e eu falei. “Pelo visto você tentou chamar os hippies pro movimento, até passou pra eles o texto da ADEL mas nenhum deles se interessou em ler.” O Marcinho só falou. “Porra moleque! Como c sabia disso!” São alguns fatos como esses q não foram só um q aconteceu q me fazem pensar q nem sempre as vozes q eu ouvia eram delírio.

sábado, 6 de dezembro de 2008

Memórias d um Transtono Part.1


Part.1

Part.1

Meu nome é Milton José Rodovalho Moreira d Lima, mais conhecido como Milton KBça d Ferro ou como o Guardião Universal. Esses dois apelidos, me vieram depois d um vídeo na internet q bombou no youtube. Conhecido como KBça d ferro e outro q fiz a bobeira d fazer conhecido como Guardião Universal e blábláblá.
Ah...

É uma história longa q tenho de deixar aqui. Tenho fama d completamente pirado pelos internautas. Nem todos me vêem como um cara maluco. Mas na verdade, já passei por vários consultórios d psiquiatras q já me diagnosticaram vários transtornos. Meus dois últimos psiquiatras. A penúltima me diagnosticou como bipolar e o ultimo q me trato agora. Me diagnosticou como esquizofrênico. (No início, meu ultimo psiquiatra me diagnosticou como esquizofrênico, mas hoje me vê como bipolar também.)

Não sei q tipo d transtorno tenho ao certo. Só sei q hoje me trato e já estou cansado d ter delírios q me levam a situações desagradáveis. Hoje me medicando estou bem. Mas posso t garantir q desde 2004, q foi quando comecei a apresentar os primeiros sintomas. Estava num estado d decadência e beirando ao limite da insanidade com passar do tempo.

Uma série d fatores me levou a ficar transtornado. O primeiro fator. Foi a falta d aceitação d q eu era bissexual. Foi quando conheci Nicolau, com quem tive a minha primeira relação homossexual. Antes dele vinha sofrendo d uma depressão devido a um mal relacionamento com uma ex-namorada chamada Luana. Pela carência q estava tendo, me apaixonei por um homem. Como não aceitava a situação, acabei ficando depressivo e surtando. A situação limite q serviu d alerta pros meus pais quererem me levar a um psiquiatra. Foi quando em um dos meus surtos. Soquei a janela da sala do hotel nosso ao qual morávamos naquele tempo.

Quando fiz isso, era entre outubro e novembro. Estava d noite, tinha acabado d ter uma discussão com meus pais devido a um problema q prefiro não dar muitos detalhes. Só vou dizer q estava tão revoltado q procurei a morte me metendo numa encrenca e quase fui morto. Foi quando então, com muita raiva eu soquei a janela da sala, cortei meu braço na veia.

Espirrou muito sangue na hora, o corte foi fundo. Meus pais me levaram para o hospital. Tomei uns pontos no braço e no dia seguinte meus pais falaram em me levar pra um psiquiatra. Na época morávamos em Patrocínio, mas o primeiro psiquiatra foi em Patos d Minas.

Não me lembro qual transtorno ele diagnosticou em mim, só sei q ele me medicou com remédios fortíssimos q tinham graves efeitos colaterais. Efeitos do tipo q eu ficava duro pra me movimentar e dormia demais. Só levantava pra comer e fazer as necessidades. Estava completamente depressivo também. Os remédios não resolviam e eu estava emagrecendo muito também. Como meus pais não gostaram do psiquiatra d Patos d Minas, me levaram pra um psiquiatra d Uberlândia. Os remédios q ele me dava, se não me engano eram os mesmos, só q tinha um a mais q tirava o efeito colateral d ficar todo duro e babando. Mas continuava dormindo demais.

A vida ficou sem graça, o tempo foi passando e nem eu mais suportava o tratamento. Foi então q larguei os remédios pela primeira vez e resolvi levar a vida pra frente. Voltei a sair de casa, pois quando estava doente não fazia isso. O fim d 2004 estava próximo e eu apresentei algumas melhoras. Quanto ao relacionamento homossexual q tive com Nicolau, eu deixei d lado. Quando finalmente chegou janeiro, me despedi d Patrocínio indo numa festa q os amigos fizeram. Me lembro q tranzei com uma mulher d mais 30 anos q era virtualmente feia, apesar d ser legal e bater um bom papo.
Em 2005 minha mãe queria mudar pra o Pará, a cidade era Paragominas, mas antes d ir pra lá, eu e meu irmão íamos ficar uns tempos na fazenda d minha avó q é no sul do Pará, Paragominas é no norte. Estava indo tudo bem na fazenda d minha avó até eu começar a ser atacado d novo por dores intensas no ventre. Já estava tendo essas dores desde o meio do ano d 2004 q vinham d vez em quando, mas os médicos diziam q não era nada d grave.

Pois eles se enganaram. Quando estava na fazenda dos meus avós. No dia da crise, tudo q comia eu vomitava, tive d ser internado na cidade mais próxima. E lá fiquei por uma semana só na base do soro, emagreci muito.
Tive q pegar um avião pequeno pra Xinguara, lá tive uma outra consulta, o médico me examinou com ultra-sonografia e passou uns medicamentos dizendo q também não era nada muito grave, ele se enganou também. De Xinaguara, fomos d carro até Paragominas, q era cerca d 4 horas pra chegar, não se passou nem uma hora direito e comecei a sentir dores no ventre d novo, suportei as dores até Paragominas. Mas quando cheguei na casa d meus tios, quando fui dormir, comecei a vomitar muito. Não deu em outra, tive d ser internado novamente.

Fui pro hospital municipal d Paragominas e o médico viu a necessidade d fazer cirurgia, no dia seguinte cai na faca, só me lembro q após a cirurgia, acordei na enfermaria e não sentia as pernas, minha mãe estava do meu lado sentada numa cadeira e eu tinha um saco plástico colado na minha barriga. E na minha barriga tinha um buraco q saía minhas fezes ou o q sobrou delas, q no caso era só um líquido verde conhecido como bílis.

Segundo os médicos eu tinha uma infecção intestinal gravíssima q também estava acompanhada com ovos d shistossoma. Eles arrancaram cerca d 65 cm do meu intestino grosso e delgado. Como o a parte q sobrou ainda estava infecionada demais, eles tiveram d fazer um buraco do lado direito da minha barriga, por onde ligaram o intestino delgado, q por onde iria sair minhas fezes, esse procedimento é conhecido como iliostomia. (Eu prefiro chamar d colostomia, q foi o q me disseram primeiro.) Era nojento, mas não tinha outra opção. Tive d ficar internado no hospital por duas semanas só na base do soro e líquido q eu podia beber, emagreci muito, sai d lá pura pele e osso. Mas ganhei um apelido das enfermeiras quando estive internado. Jesus. Na época estava com cabelo bem grande e como não fazia a barba, ela cresceu e fiquei parecendo Jesus.

É. Eu, minha mãe e meus irmãos ficamos uns tempos morando na casa d minha tia Fátima, a qual chamamos carinhosamente d tia Fatinha. Depois minha mãe alugou uma casa no centro d Paragominas. E lá eu passava dias só deitado com uma bolsa d plástico na barriga q minha mãe tinha d trocar d 4 em 4 horas. Depois ela comprou uma bolsa q durava uns 15 dias, melhorou, porque ela ficava mais firme na minha barriga e eu podia andar despreocupado em ela desgrudar.
Foram dois meses e meio usando a bolsa, até fazerem outra cirurgia pra recolocar tudo no lugar. Foi depois q me recuperei da cirurgia, já estava a um bom tempo sem tomar remédios e não pensava a voltar tomá-los. Foi então q minha mãe ainda querendo q eu fosse a uma psiquiatra, ele então encontrou a doutora Welaide. Médica d quem seria paciente por uns tempos. Foi a uns 2 meses depois da cirurgia q comecei a ter crises d novo. A partir dae, começa a minha vida a virar do avesso novamente.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Converssa com Mario Junior. Jornalista


[19:45:55] Mário Júnior entra na conversa
[19:45:56] Mário Júnior diz:
opa milton
[19:46:03] Mário Júnior entra na conversa
[19:46:03] Mário Júnior diz:
tudo bem?
[19:46:03] Mário Júnior entra na conversa
[19:46:06] Milton diz:
sim
[19:46:18] Milton diz:
E ae
[19:46:35] Milton diz:
Topa fazer a entrevista agora?
[19:48:04] Mário Júnior entra na conversa
[19:48:06] Milton diz:
E ae?
[19:48:07] Mário Júnior diz:
agora estou fora de casa. desculpa mas meio inviável:)

[19:48:08] Você acabou de pedir a atenção!!

[19:48:15] Milton diz:
tudo bem
[19:48:20] Mário Júnior diz:
eu até escrevi umas perguntas. vou mandar pro seu e-mail.
[19:48:27] Milton diz:
Blz
[19:48:32] Mário Júnior diz:
é que preciso terminar de ler algumas coisas daquele teu blog
[19:48:40] Mário Júnior diz:
pra saber o que perguntar sobre o guardianismo e essa coisa toda, entende?
[19:48:47] Milton diz:
Leu meu livro tb?
[19:48:54] Mário Júnior diz:
pra não perguntar apenas sobre aquele vídeo do youtube
[19:49:01] Milton diz:
sei
[19:49:07] Milton diz:
tá entendido
[19:49:10] Mário Júnior diz:
li pouca coisa dele
[19:49:22] Milton diz:
Gostou do pouco q leu?
[19:49:23] Mário Júnior diz:
mas rapaz, vc tem que fazer uma revisão ortográfica urgente, viu
[19:49:25] Mário Júnior diz:
tem muitos erros.
[19:49:30] Milton diz:
eu sei
[19:49:34] Mário Júnior diz:
achei fantasioso demais
[19:49:45] Milton diz:
Gramática não é meu forte
[19:50:09] Milton diz:
Olha q eu li e reli aquilo, passei um pente fino pra corrigir
[19:50:30] Mário Júnior diz:
mas pra quem está como 'escrito' no perfil do blogger, tem que ser
[19:50:30] Mário Júnior diz:
:P
[19:50:31] Milton diz:
um amigo tb passo um pente fino no livro pra mim colocá no blog
[19:50:35] Mário Júnior diz:
e aquilo de comprar kitnets pra ser sua aposentadoria?
[19:50:41] Mário Júnior diz:
como vc vai fazer isso?
[19:50:41] Mário Júnior diz:
:P
[19:50:59] Milton diz:
Eu nasci com a faca e o queijo na mão
[19:51:19] Milton diz:
Meus pais ricos.
[19:51:32] Milton diz:
Não tão ricos
[19:51:39] Mário Júnior diz:
e vc quer independencia?
[19:51:55] Milton diz:
Mas o q eles tem se eu sober adiministrar posso ter uma vida tranquilo
[19:51:59] Milton diz:
Mas mesmo assim
[19:52:32] Milton diz:
HJ to colocando um rumo na minha vida e pretendo me virar tb
[19:53:00] Milton diz:
Meus pais servem d grande apoio. E esse apoio não posso desperdiçar.
[19:53:17] Milton diz:
Quero fazer um curso d história
[19:53:44] Milton diz:
Hj me preocupo mais com meu tratamento
[19:54:06] Mário Júnior diz:
seu tratamento?
[19:54:07] Mário Júnior diz:
tratamento de q?
[19:55:11] Mário Júnior entra na conversa
[19:55:15] Milton diz:
Tratamento pisíquico
[19:55:41] Milton diz:
Tenho um tipo d esquisôfrênia
[19:55:58] Milton diz:
Pelo menos foi esse o ultimo diagnóstico
[19:56:25] Mário Júnior diz:
hum...
[19:56:26] Mário Júnior diz:
certo
[19:56:39] Mário Júnior diz:
o que seus pais disseram depois daquela martelada que aquele cara te deu?
[19:57:23] Milton diz:
Antes já me diagnosticaram um monte d coisas. A ultima pisiquiatra mina me via como bipolar. Agora o novo psiquiatra me v como esquisofrênico. Qt aquele video. Na época meus pais ficaram revoltados.
[19:58:02] Mário Júnior diz:
doeu muito?
[19:58:09] Milton diz:
Não senti dor
[19:58:12] Mário Júnior diz:
vc ficou muito calmo depois da porrada
[19:58:14] Mário Júnior diz:
tipo: foi surreal sua reação
[19:58:24] Mário Júnior diz:
tá ligado que aqui em maceió vc é muito comentado?
[19:58:48] Mário Júnior diz:
teve uma equipe de feira de ciências de colégio público que usou o nome: 'guardião universal'
[19:58:58] Milton diz:
minha nossa
[19:59:04] Milton diz:
Q q eles falaram?
[19:59:31] Mário Júnior diz:
eu não sei. só vi a camisa de um estudante no onibus e fui perguntar pra ele se tinha haver com o seu vídeo
[19:59:37] Mário Júnior diz:
ele confirmou que sim
[19:59:52] Mário Júnior diz:
na ufal o pessoal do movimento estudantil também comenta muito sobre vc
[19:59:58] Mário Júnior diz:
principalmente o pessoal do curso de direito
[20:00:17] Mário Júnior diz:
foram eles que acharam o vídeo na internet e passaram pro pessoal
[20:00:20] Milton diz:
minha nossa
[20:00:34] Milton diz:
Não deve ser lá os melhores comenta´rios
[20:00:49] Milton diz:
Ou são?
[20:02:39] Mário Júnior saiu da conversa
[20:02:57] Mário Júnior entra na conversa
[20:02:58] Mário Júnior diz:
são comentários de quem achou a situação surreal ou engraçada
[20:02:58] Mário Júnior diz:
bem, de fato, ninguém teria a coragem que vc teve
[20:02:58] Mário Júnior diz:
de ir lá no momento da entrevista do cara
[20:02:58] Mário Júnior diz:
e de não ter corrido depois da martelada
[20:03:59] Milton diz:
Qd alguém está transtornado. Perde a noção da realidade mesmo.
[20:04:16] Milton diz:
Eu em sã consciência nunca teria feito aquilo com cara
[20:05:07] Mário Júnior diz:
ele quebrou sua harmonia, como vc disse.
[20:05:16] Mário Júnior diz:
mas como ele quebrou? o que ele tinha feito?
[20:05:22] Mário Júnior diz:
batia mesmo na mulher e na filha?
[20:05:34] Mário Júnior diz:
tem a lei maria da penha agora que pode dar um jeito nele...
[20:06:57] Milton diz:
Não posso confirmar isso. A Luana q é filha adotiva dele. Enteada em outras palavras. Q me contava q ele batia nela e na mãe.
[20:07:07] Milton diz:
Deve ter batido sim.
[20:07:21] Milton diz:
As duas eram muito problemáticas.
[20:07:38] Mário Júnior diz:
ele era cristão?
[20:07:59] Milton diz:
evangélico da Assembléia d Deus ainda.
[20:08:46] Mário Júnior diz:
são os piores
[20:08:59] Mário Júnior diz:
os mais ortodoxos/dogmáticos dos protestantes
[20:09:03] Mário Júnior diz:
mulher não se depila nem nada
[20:09:03] Mário Júnior diz:
:P
[20:09:52] Mário Júnior saiu da conversa
[20:10:16] Milton diz:
É.
[20:10:55] Milton diz:
Os rumores q eu ouvia era q a mulher o traía. Mas mesmo assim isso não justifica violência
[20:11:16] Houve um problema ao enviar esta mensagem:
É.
[20:11:24] Milton diz:
Mas eu acho q eles não davam muito certo
[20:11:33] Milton diz:
hj ele tá com outra mulher
[20:11:55] Houve um problema ao enviar esta mensagem:
Os rumores q eu ouvia era q a mulher o traía. Mas mesmo assim isso não justifica violência
[20:12:10] Mário Júnior entra na conversa
[20:12:24] Houve um problema ao enviar esta mensagem:
Mas eu acho q eles não davam muito certo
[20:12:40] Mário Júnior diz:
divorciou?
[20:12:45] Mário Júnior diz:
ou botou chifres na outra?
[20:13:01] Milton diz:
divorciou
[20:13:21] Milton diz:
Olha q foi minha mãe q ajudou eles a se divorciarem
[20:13:33] Milton diz:
C deve tá surpreso com q leu agora né cara
[20:13:47] Milton diz:
Mas passou-se um tempo.
[20:14:01] Milton diz:
Eu o procurei e fizemos as pazes.
[20:14:16] Milton diz:
O Paulo pode ter batido na mulher.
[20:14:33] Milton diz:
Mas depois d muito tempo. Eu passava na frente da loja dele
[20:14:50] Mário Júnior diz:
hum...
[20:14:51] Mário Júnior diz:
não fiquei surpreso não. acontece.
[20:14:51] Milton diz:
E parei d ve-lo sempre tendo ódio
[20:14:51] Mário Júnior diz:
mas continua.
[20:15:02] Milton diz:
pois bem
[20:16:07] Mário Júnior diz:
mas aquela marretada é histórica
[20:16:13] Mário Júnior diz:
tá ligado que ele poderia ter te matado?
[20:16:15] Milton diz:
Eu tinha parado d tomar os remédios d novo pra variar... Mas no tempo q estava ainda bom. Decidi q ia procurá-lo e pedir perdão pelo q aconteceu
[20:16:21] Mário Júnior diz:
se pega de cheio e afunda seu crânio, por exemplo:S
[20:16:34] Milton diz:
A martelada nem traumatismo deu.
[20:16:41] Milton diz:
Mas continuando
[20:16:43] Mário Júnior diz:
vc é a reencarnação de quem mesmo?
[20:17:25] Milton diz:
Antes d ve-lo. Deixei uma carta pra ele debaixo da loja dizendo q ia procurá-lo pra perdoá-lo
[20:17:54] Milton diz:
Qt a reencarnação. Essa história fica pra depois.
[20:17:59] Milton diz:
Continuando
[20:18:44] Milton diz:
Ele recebeu a carta. Eu apareci depois lá na loja dele. Fui até acompanhado com minha mãe e umas amigas dela q tavão juntas
[20:18:50] Mário Júnior diz:
sim
[20:18:52] Milton diz:
Cheguei e pedi perdão
[20:19:03] Milton diz:
Ele me abraçou e me perdou
[20:19:08] Mário Júnior diz:
e ele te perdoou?
[20:19:13] Mário Júnior diz:
e vc perdoou ele?
[20:19:18] Mário Júnior diz:
ele tb te bateu, né?
[20:19:32] Milton diz:
Ele tb nesse dia pediu perdão pelo q me fez
[20:19:41] Milton diz:
Eu o perdoei
[20:19:43] Mário Júnior diz:
certo.
[20:19:59] Milton diz:
Ele pediu perdão a minha mãe pelo q me fez.
[20:20:00] Mário Júnior diz:
ele disse que vc era de uma seita satânica no vídeo, antes de vc chegar. pq ele disse isso?
[20:20:11] Milton diz:
Minha mãe perdoou
[20:20:17] Milton diz:
Calma
[20:20:22] Milton diz:
já chego lá
[20:20:47] Milton diz:
Ele tb pediu perdão pelo q o irmão dele fez ao meu irmão
[20:21:05] Milton diz:
Meu irmão é o cara q levo as marteladas pelas costas
[20:21:42] Milton diz:
e o cara q deu essas marteladas no Luís, meu irmão. Tb é irmão do Paulo. O cara q eu mordi a orelha
[20:21:58] Milton diz:
O Paulo pediu perdão pelo irmão dele.
[20:22:14] Milton diz:
Minha mãe perdoou.
[20:22:27] Milton diz:
E eu d certa forma tb.
[20:22:53] Milton diz:
Meu irmão teve traumatismo. Mas tb fico inteiro.
[20:23:03] Milton diz:
qué dize
[20:23:03] Mário Júnior diz:
nossa
[20:23:16] Milton diz:
inteiro não.
[20:23:17] Mário Júnior diz:
teu irmão é aquele que ficou com a camisa todo cheia de sangue?
[20:23:25] Milton diz:
é
[20:24:17] Milton diz:
eles fizeram cirurgia no meu irmão
[20:24:31] Milton diz:
Mas não deu pra colocar todos ossos no lugar
[20:24:54] Mário Júnior diz:
caralho
[20:25:05] Mário Júnior diz:
o negócio foi grave então
[20:25:10] Milton diz:
Ficou no crânio dele uma circunferência d quase dois cm no crãnio q hj é só coberto por pele
[20:25:32] Mário Júnior diz:
:S
[20:25:40] Milton diz:
Creio q podiam ter colocado uma chapa pra tampar.
[20:25:48] Milton diz:
Não sei bem pq não fizeram
[20:26:01] Milton diz:
Meu irmão fico um tempo grilado comigo
[20:26:23] Milton diz:
foi em dezembro d 2006 q aconteceu a parada do video
[20:26:36] Milton diz:
Hj meu mano tá bem
[20:26:57] Milton diz:
E por uma certa benevolência ao cara q acerto ele
[20:27:01] Mário Júnior diz:
certo
[20:27:07] Milton diz:
Ele não quís colocá o cara na justiça
[20:27:47] Milton diz:
E eu não quís me vingar pq me considero do bem. E tenho consideração pelo Paulo. Q é irmão do individuo lá
[20:27:55] Milton diz:
q acerto meu irmão
[20:28:09] Milton diz:
Me vingar não ia dar certo
[20:29:28] Mário Júnior diz:
a briga foi no final de 2006, isso?
[20:29:31] Mário Júnior diz:
quando foi o perdão?
[20:29:58] Milton diz:
12 do 12 d 2006
[20:30:12] Milton diz:
Mas tem mais
[20:30:20] Milton diz:
Depois daquela briga
[20:30:41] Milton diz:
O Paulo passou por uma barra. Foi isso q ele contou pra mim e minha mãe
[20:31:07] Mário Júnior diz:
vai fazer dois anos agora
[20:31:09] Milton diz:
A mulher o abandonou. Ele teve q cuidar das filhas e da enteada.
[20:31:27] Milton diz:
Teve dificuldades financeiras.
[20:31:33] Milton diz:
Mas se estabeleceu.
[20:31:53] Milton diz:
Voltou se eu não me engano pra ex-mulher.
[20:31:58] Mário Júnior diz:
a mulher dele é aquela que fala no vídeo 'milton vai pra sua casa pelo amor de deus'?
[20:32:08] Milton diz:
é
[20:32:14] Milton diz:
Hj é outra
[20:32:22] Milton diz:
Depois do dia do perdão
[20:32:38] Milton diz:
Ele pediu minha mãe pra divorcia ele
[20:32:53] Milton diz:
Ela ajudo no divorcio
[20:33:02] Milton diz:
E ele hj vai casar com a outra
[20:37:52] Mário Júnior entra na conversa
[20:37:52] Mário Júnior diz:
sua mãe é advogada?
[20:38:10] Milton diz:
é sim
[20:46:54] Mário Júnior entra na conversa

[20:46:56] Você acabou de pedir a atenção!!

[20:47:07] Mário Júnior diz:
oi
[20:47:18] Mário Júnior diz:
estou no meio de uma discussão aqui
[20:47:18] Mário Júnior diz:
:P
[20:47:22] Mário Júnior diz:
por isso desliguei-me um pouco do msn
[20:47:38] Milton diz:
Só pra conferir c tu tava aqui ainda
[20:47:42] Mário Júnior diz:
vou ter que dar uma saída. mas, como falei, eu envio por e-mail a entrevista, ok?
[20:47:42] Milton diz:
blz cara.
[20:47:49] Milton diz:
blz cara
[20:47:52] Mário Júnior diz:
falou, milton. abraços!
[20:47:52] Mário Júnior diz:
:)
[20:47:57] Milton diz:
Abraços.
[20:48:06] Mário Júnior saiu da conversa

Converssas com um Adimirador no msn



Tc com um desconhecido q me adimira.


[19:46:35] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] pede sua atenção!!

[19:46:57] Milton diz:
oi
[19:47:13] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
quen é vooc?
[19:47:26] Milton diz:
Milton
[19:47:36] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
da onde?
[19:47:46] Milton diz:
Paragominas PA
[19:48:42] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
Hum
[19:48:42] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
O guardião do universso?
[19:50:03] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
é vooc mesmo
[19:50:15] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
Nóssa mestree nunka vejo vooc online
[19:50:49] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
sou ser maior admirador
[19:51:53] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] entra na conversa
[19:52:27] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] entra na conversa
[19:52:27] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
mais ae mestre oq conta de bom?
[19:53:45] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] entra na conversa
[19:54:07] Milton diz:
uai cara
[19:54:22] Milton diz:
To me tratando e me cuidando utimamente
[19:54:56] Milton diz:
Afinal, já tenho 24 anos, tenho q fazer algo. Pensar o q fazer da minha vida
[19:55:12] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
é verdade
[19:55:17] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
mais Pow
[19:55:25] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
pelas coisas que vooc escreve e tals e fala
[19:55:37] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
sei la véio, disperta a atenção nas pessoas.
[19:55:44] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
principalmenteseu livro
[19:55:48] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
muito bom
[19:56:54] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] entra na conversa
[19:57:44] Milton diz:
Obrigado por ter gostado do livro
[19:57:50] Milton diz:
Leu todo?
[19:58:05] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
naun
[19:58:13] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
comecei semana passada
[19:58:14] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
quando tenho tempo leio
[19:58:27] Milton diz:
legal
[19:58:36] Milton diz:
tá gostando?
[19:58:57] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
Orra muito legal
[19:59:05] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
Mów comédia;D
[19:59:34] Milton diz:
hehe
[19:59:44] Milton diz:
gosto do humor negro?
[20:01:31] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] entra na conversa
[20:01:48] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] entra na conversa
[20:01:48] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
Sim, é o que diferencia ele né
[20:01:49] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
fiko mnuito legaal
[20:02:08] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
vo terminar de leer Muito intereçante^ ;P
[20:02:55] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] saiu da conversa
[20:03:11] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] entra na conversa
[20:03:50] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] entra na conversa
[20:03:51] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
mais vooc ja tem alguma noção de quando ira publica-lo?
[20:04:42] Milton diz:
Ainda não
[20:05:21] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
Huuum.
[20:05:43] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
espéro que vooc conciga logo^^
[20:07:15] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
Pow milton eperei muito por esse dia cara, de voc entrar no msn, queria muito converssa com vooc assim sabe.. meu admiro vooc de mais vélho.e com todo respeito vooc tbm é lindo cara, é uma pessoa especial
[20:09:14] Milton diz:
obrigado
[20:09:17] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] entra na conversa
[20:09:18] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] entra na conversa
[20:09:20] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
;D
[20:09:31] Milton diz:
Mas creio q eu seja só alguém normal tocando a vida em frente
[20:09:57] Milton diz:
não tenho muita coisa d especial assim. as pessoas d net fantasiam demais comigo
[20:10:36] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
éé
[20:10:40] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
mais assim
[20:10:44] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
por uma imagen que vooc ja passou né
[20:11:33] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
muitos te adimirarão, outros naun. vooc falo cmg agóra, ja entendi que vooc passo por poblemas e tals.. mais continuo admirando pq com certeza vooc passo por algumas brinkaderas i tals, amsi ta ae firme e forte
[20:12:51] Milton diz:
Tem q levar a vida adiante cara. E não se abater com o q acontece d ruin
[20:13:23] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
mais é isso mesmo
[20:13:29] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
Pow isso admiro vooc nem todos penssão assim.
[20:13:34] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
i Pow dou a matór força
[20:13:45] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
pra que vooc continu
[20:13:50] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
lutando ae
[20:13:59] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
pra seguir sua vida normals e pãz
[20:16:32] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] entra na conversa
[20:16:32] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
mais intaun .. v sair agóra
[20:16:41] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
continue ae nasua caminhada blz
[20:16:45] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
vo ta sempre torcendo por voc
[20:16:51] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
e te admirando cada veiz mais milton
[20:16:56] • [c=58]vit[/c][c=#EAEA00]ÌÌíí[/c][c=4]nhO[/c] [c=58]r[/c][c=#EAEA00]oo[/c][c=4]ts[/c] [c=58]¹[/c][c=#EAEA00]²[/c][c=4]³[/c] diz:
abração c cuidah vio
[20:28:38] Milton diz:
abraços.

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Voltando a realidade Cap.13-Part.2


Part.2

Rávew então entra no carro com sua família e vai para sua casa, mas não sabia que ele estava sendo observado por dois anjos invisíveis, um deles comenta com o outro:
- O que será desse jovem agora com esse livro e depois desse sonho fantasioso?
- O sonho q ele teve era só ele com a consciência em outro universo paralelo. É um futuro alternativo q pode vir a acontecer caso ele fazer escolhas q levem a isso. Embora que nem tudo que ele sonhou e escreveu vá acontecer, pois creio q ele saberá fazer a escolha q mude seu destino. O seu sonho e seu livro lhe dão muitas pistas d seu futuro. Um futuro q pode acontecer, dependendo das escolhas que fizer, essas escolhas levam à várias possibilidades, mas só uma irá acontecer. É assim que funciona o destino. O multiverso também está nele. No pós pós morte. Q é quando sua energia é absorvida pela Terra, também leva a sua consciência a despertar em um desses universos paralelos q você já existe, universos com futuros alternativos, o universos completamente alternativos, em q você pode vir a viver infinitas possibilidades em cada um deles. Seria como se você fosse um ator d filmes e novelas, Cada filme e novela q você interpreta um personagem diferente, pode ser considerado um universo paralelo q você existe. Universos paralelos alternativos q você nasce em outros locais, em diversas épocas com tecnolgias avançadas ou primitivas. Sua consciência pode vir a despertar em qualquer fase da vida sua nesses universos paralelos. Na fase adulta, na velhice, quando você é criança ou adolescente ou bebê ou até mesmo quando está saindo da barriga d sua mãe, q é o q acontece na maioria das vezes.

Com aparências diversas, tanto do sexo feminino ou masculino ou os dois. Com orientação sexual hétero, homo ou bissexual. São infinitas possibilidades pra o multiverso e todas se concretizam. Quando você desperta, terá poucas lembranças ou nenhuma do q aconteceu, tudo não passará d sonhos desconexos, tudo porque você ainda não teve a consciência disso. Sua consciência está toda interligada numa consciência multiversal ou multiuniversal. Sua consciência pode despertar em universos infernais, paradisíacos ou numa combinação dos dois, na maioria das vezes isso é aleatório. Assim como tudo no Universo está em constante transformação, nossa consciência também nunca se perde, mas se transforma. E cada vez q você morre em um desses universos paralelos ou outros planos d existência, como prefiro dizer. Acontece aquele mesmo esquema do renascimento, sua energia vai pra GAIA no pós pós morte, depois logo em seguida ela é expelida pra renascer d novo, dando a tão conhecida reencarnação. Mas sua consciência mesmo, sempre vai estar despertando em outros planos d existência, ou universos paralelos. Ae q está a eternidade. Ae q está a verdadeira vida eterna, ter a consciência, d q a morte é uma ilusão e q a vida é sempre eterna e sempre continua, basta estar consciente disso. Estar consciente disso, é pra poucos Guardião. Ainda vai aprender muito a respeito disso Guardião, isso num é nem a um décimo do q você vai aprender. (Pra entender melhor essa minha viajem. Veja filmes como Efeito Borboleta, Alta Tensão, Click, O Confronto, De repente aos 30, Crônicas d Narnia, Premonição, Advogado do Diabo, Matrix e outros do gênero. É na base dessa viajem q estou escrevendo próximo livro.) O salvador desses homens o libertará dessas ilusões q eles mesmos se aprisionam.
- As pessoas esperam por um salvador que um dia irá voltar.
- Mesmo que o salvador venha, a verdade é que cada um é seu próprio salvador. Esse jovem é uma alma que tem grande potencial pra mostrar a porta pra humanidade, mas dependerá da escolha de cada um entrar por ela.
- E se ele optar por outra escolha? Pois uma escolha leva a muitas possibilidades, mas só uma que vem à acontecer.

- Haverá outros que poderão fazer desde o início de suas vidas as escolhas que poderão os tornar iluminados, pois todos tem essa possibilidade, mas a grande massa não opta paras escolhas que os levam a isso. Qualquer ser humano tem potencial pra ser um iluminado para mostrar a porta e ser considerado o salvador do mundo. O problema que a grande parte da humanidade, espera por um que virá pra lhes salvar e concertar o mundo, por isso nunca foram salvos. Acham impossível alcançar a perfeição e mudar o mundo em que vivem, nem mesmo se unem pra isso. Este jovem é uma das esperanças nossas e um dos raros espíritos com grande potencial para essa possibilidade. Por enquanto, se ele fizer as escolhas certas, contribuirá para evolução da humanidade.
- Ele é um espírito que tem mais chances de ser o Guardião da luz de novo, pois já foi um em algumas de suas vidas passadas. Dependendo do que ele escolher, irá revelar muito ao homens. O livro que ele escreveu pode mudar muitas mentes. Uma das possibilidades é a dele ser um escritor best-seller que poderá mostrar o caminho a esses iludidos.
- Ele também pode vir a ser além disso se quiser um grande líder que unirá a humanidade, trazendo paz e harmonia, mesmo que ele não seja um escritor.
- O seu espírito deseja isso desde que se reencarnou aqui como Yeshua.
- Muitos espíritos evoluídos tem esse desejo, mas nenhum até agora conseguiu, acabam desistindo e passam a ficar fracos com passar das reencarnações.
- Este espírito enfraqueceu muito, mas depois voltou a evoluir de novo, acontece com todos seres vivos.
- Agora vamos esperar por qual opção ele irá escolher. Ele viu as possibilidades em seu livro em seu sonho. Vamos ver se ele torna seus sonhos realidade ou se continuará ainda sonhando.
- Terá muitos conflitos para enfrentar, inclusive os dentro de si mesmos. Se ele conseguir acabar com sua dúvida e descobrir quem já foi poderá cumprir sua missão.
- Se ele escolher assim é claro.
- Tenho esperanças que ele fará essa escolha.
- Tem grandes possibilidades para isso. Tomara que sim...
- Vai chegar o dia q ele vai perceber q é um Guardião Universal. Vai perceber q é o Guardião d seu próprio Universo.

- Vai perceber q é o Guardião do mundo, do seu próprio Mundo.
- A Terra clama pela volta d seu Guardião d novo.
- E essa chegada está bem próxima.
Os anjos então acompanham Rávew, eles então o acompanham. Eles vêem então Rávew, Rafael e Marcos juntos. Rávew cortou seus cabelos agora e tem d tomar uma decisão. Ele está com o caderno q escreveu o resto da história d Espíritos Indomáveis, o disquete está lá dentro. Tem então um latão com pegando fogo dentro perto dele. Marcos então pergunta:
- Tem certeza q quer fazer isso mesmo?
- Não quero q meus sonho sejam só um simples livro.
Rafael fala então:
- Seu livro é seu maior sonho e é nele q estão seus sonhos também.
- Se eu tiver d realizar meus sonhos, vai ser verdade, prefiro q a história dele seja contada em outro Universo Paralelo.
Rávew então joga o livro com disquete dentro do latão pegando fogo. Rávew e seus amigos então vão embora. Um dos Guardiões então diz:
- Hora d fazermos nosso trabalho.
- É.

Não se passa nem 1 minuto q Rávew e seus amigos foram embora e os dois anjos fazem chover forte justo no lugar q estava sendo queimado o livro d Rávew. Como o caderno era resistente e d capa dura, as escrituras e o disquete foram preservados. E agora, é questão d tempo pra o livro cair nas mãos d alguém q irá guardá-lo. E será questão d tempo pra q um dia o livro q Rávew escreveu volte pra suas mãos d novo. Esse dia será quando ele finalmente realizar seus sonhos escritos no seu livro. Até lá, ele vai estar bem seguro das forças do mal. Você q está lendo esse livro, pode ter certeza disso, porque nesse livro q é o meu mundo eu sou Deus e quero q tudo de certo pra Rávew q é meu “co-autor” nessa história toda. Fim da história até que em fim. Finalmente. Você terminou de ler...


Leia isto antes d terminar

Guerra Eterna

Anjos e demônios estão a guerrear! Nessa guerra destrutiva.
Muitas vezes você não sabe d qual lado vai ficar.

Essa guerra é eterna e parece não ter fim!
Essa guerra é eterna e não tem hora pra acabar!
Essa guerra é interna e está dentro d você.
Essa guerra é interna, nem você vai escapa!

Essa guerra é interna e está dentro d todos nós!
Essa guerra te desespera e você não escapará.
Essa guerra ninguém vence.

Por mais q você tente.
Nenhum dos lados vai ganhar!
Ela só vai acabar quando você se equilibrar!
Quando você se dominar!



FIM

Voltando a realidade Cap.13-Part.1


Part.1

A música finalmente acaba, Rávew então começa a perceber que isso tudo não passa de um sonho, uma realidade alternativa, ele está quase acordando. Quando tudo em sua volta fica em branco, só está ele olhando para uma imensidão de nada, onde tudo é branco. De repente surge uma luz de longe, essa luz se aproxima de Rávew, que fica espantado. Essa luz é um anjo com suas asas enormes e corpo feminino de beleza sobrenatural, com cabelos loiros e cacheados que passam da bunda e chega até a panturrilha. O anjo (Ou anja se você preferir.) que chega perto de Rávew, tem a sua mesma altura. Bota a mão no queixo de Rávew, tira e depois diz:
- Rávew, você tem que acordar e colocar rumo no seu destino, isso que você está passando agora não passa de ilusão.
- Mas eu queria continuar nela, pois eu me sinto bem feliz assim! – diz Rávew chorando.
- Meu pobre protegido iludido. Não seja igual tantos nesse mundo que nunca procuram realizar seus sonhos e só preferem viver numa ilusão criada por eles mesmos a partir de sonhos. Você é uma célula que compõe Deus, nada para você é impossível também, é só ter fé em Deus e em si mesmo e conseguirá tudo que quer.
Uma lágrima então desce o rosto de Rávew, os lábios do anjo então encostam nos seus.

Quando isso acontece, Rávew só vê luz. Quando ele acorda e abre os olhos, ele está na sua cama de quarto, ele se levanta dela com um sorriso em seu rosto. Logo ele levanta e então resolve escrever tudo q sonhou no caderno q ganhou d presente da mãe pra escrever e passar o tempo na clínica. Fica apenas 4 meses no centro de recuperação. Os médicos se surpreendem com sua recuperação tão rápida, não vendo mais necessidade d Rávew ser tratado lá mais, ele então passará a ser tratado em casa com sua família. Logo os amigos de Rávew, já estão lá de fora lhe esperando junto com sua família. Seu amigo Rafael, o descendente de orientais que é evangélico e o seu amigo Marcos com quem ele morou durante um tempo junto quando saiu de casa. Rafael logo pergunta:
- Rávew! Você está bem de novo graças a Deus! – diz ele feliz.
- Ainda bem.
E o outro amigo de Rávew também diz:
- Ainda bem que você voltou a ser o que era! – diz ele sorrindo
- Marcos, me desculpe ter feito você passar por um monte de aborrecimentos.
- Não se preocupe Rávew, tudo está bem agora.
Rafael então pergunta:
- E enquanto a seu livro? Se mal lhe pergunte, irá voltar a escrever?
- Desde que comecei a escrever aquele livro só tive problemas. Mesmo assim eu o terminei aqui na clínica. Não sei mais se devo ou não publicá-lo.
- Mas você estava indo tão bem nele. – diz Rafael decepcionado.
- Mesmo se eu quisesse, você se esqueceu que minha mãe naquele momento de raiva acabou apagando meu livro anterior.
A mãe de Rávew diz então:
- Me desculpe por ter sido tão incompreensível filho, acabei enxergando que o pior defeito de uma mãe é nunca querer compreender seu filho e só querer que ele a compreenda.
- Esse é o defeito de todos pais com seus filhos e de todo homem com seus inimigos. Nem sempre os filhos procura ver o lado dos pais e os pais o lado dos filhos. E mesmo o homem, nem procura saber por que e pra que seu inimigo lhe atrapalha tanto a viver, pois todos tem um motivo pra suas ações e por isso que os dois devem tentar pacificamente conversar e resolverem suas diferenças.

- É assim com todos homens deste mundo meu filho.
Rafael ainda fala para Rávew:
- Tenho que te dizer uma coisa Rávew.
- O quê?
- Quando eu ia lhe entregar o disquete na sua casa, acabei não podendo depois q descobri que você estava correndo risco de vida e fui ajudar a você e seus pais. Acabei não te lembrando de entregar o disquete desde aquele dia até hoje. Mas ele está lá em casa, inclusive eu o gravei no meu computador seu livro Rávew! – diz ele emocionado.
- Isso é bom, mas não vou mais levar ele adiante agora.
O pai de Rávew então fala:
- Mas porque meu filho, o Rafael me contou sobre ele e eu adorei! – diz ele alegre.
- Tenho medo de voltar a usar drogas quando não estiver inspirado para escrever d novo. – diz Rávew triste.
Sua irmãzinha mais nova então fala:
- Se os outros dizem que você escreveu coisas ótimas antes, porque não teria a mesma imaginação que tem sem usar drogas?
Rafael fala:
- Sua irmã está certa, aquela parte do seu livro só podia vir de uma imaginação bem criativa como a sua. Mas acho que você viajou demais com aquela de se achar ser Jesus.
- Nem me lembre disso amigo, já tem um tal de Inrri num sei o que num sei das quantas se achando a reencarnação de Cristo. Não quero ser mais um desses loucos. Pois é um trilhão de vezes mais fácil eu ser um futuro revolucionário líder espiritual iluminado por DEUS, que vai mudar o mundo para melhor, do que a reencarnação de Jesus Cristo. (Isso eu realmente quero.)
- Você mesmo que escreveu no seu livro, que mesmo que você fosse Jesus, o que importa é o agora e agora você é você agora. Você é o Rávew.
- Tem razão. Mas ainda vou pensar se devo ou não escrever esse livro. Talvez eu ainda volte a escreve-lo. Mas não sei não meu. O livro pra mim, não passa d revelações d um jovem sonhador, q eu sou.

O combate entre o “dragão” do bem e o “dragão” do mal Cap.12-Part.4


Part.4

- Mas uma coisa que me deixa impressionado nesse seu livro, é que você não teve limites pra imaginação, como você conseguiu escrever um monte de coisas tão fantasiosas? C ando fumando maconha? – digo brincando e rindo – E que no final das contas, essas coisas existem! Ninguém espera uma coisa dessas.
Dá uma gargalhada Jesus e fala
- Todos esperam esse tipo de coisa ao contrário, por isso não temem que isso possa existir, aí entra o temor da existência. Se você não teme que isso exista e espera que nunca vá existir você acaba descobrindo que no final das contas existe. Pois pra alguém que não teme, tanto faz se isso existir ou não, por isso que não se deve duvidar e nem ficar acreditando em certo tipo de coisa, se quer realmente ter certeza de algo, procure descobri-lo. Só assim achará o que quer e vai depender de você. Sei q o livro é bem viajante. Mas história poderia ser diferente. Tudo é possível meu. Pois afinal vivemos num Universo infinito, q é um multiverso também. Ae q vem, com o multiverso, a infinitas possibilidades pra tudo meu chapa. Essa nossa conversa agora e toda essa história pela qual passamos, deve ter sido escrita por um cara qualquer em outro universo paralelo. Q pelo visto vive com os pés no chão da lua. Ele pode ter outro nome. Pode se chamar Milton José Rodovalho Moreira d Lima e usar um pseudônimo d MJR.Mirote. Hhehehehe... – ele então ri sarcasticamente. (Ironia e sarcasmo são coisas bem comuns mesmo na minha personalidade.)
- Depois dessa conversa toda sobre religião e ciência, q tivemos d novo. eu fico imaginando quanto tempo ainda vai levar para todas religiões entrarem em paz umas com as outras de verdade.

- Esse dia se aproxima cada vez mais, terá um dia, que o homem não vai mais seguir religião nenhuma. Cada um procurara fazer seu próprio caminho por si mesmo, ouvindo a opinião dos outros e principalmente dos mais velhos, para descobrirem uma sabedoria ainda maior. Terá o dia em que todos seguiram apenas trindade. Que pra vários pode ser, amar a si mesmo e ao próximo e o desapego material. Ou amar a Deus, amar a si mesmo e quem estiver mais próximo. Ou a mais recomendável que aconselho. Amai a deus sobre todas as coisas, amai ao próximo como a ti mesmo e não se apegue nos bens materiais. A santa trindade é a base de todas religiões. Tudo vai na regra do três, raiva trás inconseqüência que trás sofrimento. Mãnssides o faz conseqüente que lhe faz feliz. Rancor faz raiva que leva a vingança. Perdão trás arrependimento que faz a reconciliação. Precipitação trás insatisfação que vem com fracasso. Cautela faz segurança que dá a vitória. E assim por diante. E também não podemos nos esquecer que sempre terá a força da criação, da destruição e a do equilíbrio. Que é o que todas religiões pregam de uma forma diferente. Basta saber disso, que é o básico, o resto, procure alcançar com suas próprias pernas, seja seu guia espiritual. Muitos fazem isso e nem percebem, até mesmo os que tem sua religião.
Pois acabam se guiando para o caminho que seja o que já está exposto por outros guias. Isso que é o importante, que se siga um dos vários caminhos a se trilhar por si mesmo, sem que lhe imponham alguma coisa. Chega uma hora que você deve decidir no que está certo tanto pra você quanto pra a maioria dos outros e acaba sendo seu próprio guia espiritual.
- Ah bom então.
- Mais sem brincadeira meu, se eu colocasse a história real no livro, ia ficá muito mais paranóico. Mas ficou interessante, num é atoa que até nos livros de “RPG”, que sempre tem alguma coisa de verdade, na maioria das vezes tem mais verdades do que mentiras. O livro “Espíritos Indomáveis” foi a mesma coisa, praticamente quase tudo é verdade. ( Mas com certeza esse livro que você está lendo meu caro leitor, tem mais fantasia do que realidade, se você é inteligente, provavelmente sabe quais são as verdades, que apesar de serem poucas são fatos inquestionáveis e úteis. Mas bem q também nem eu mesmo duvide d minhas teorias da conspiração... Afinal. Num universo infinito. Há também infinitas possibilidades pra tudo.)
Nayra então chega em Carlos e fala:

- Você pode parar de ficá aí discutindo sobre questões filosóficas e vir dançar um forró comigo! – diz ela com cara de disgosto.
Carlos responde:
- Tudo bem.
- Ótimo. – diz ela sorrindo.
Os dois então vão dançar do jeito que estava escrito no livro que Rávew escreveu, todos num som de uma música bem humorada, vinda de uma banda de forró-rock, com vocalista cantando com vós bem esganiçada:

(Canção do cancioneiro xato.)
“Eu sei que c num qué me escutá.
Mais mesmo assim vo cumeçá a cantá.
Memo que o c num quera me ouvi.
C já tá me ouvindo memo.
E agora c vai te de tulerá.

Se não vai t que pagá.
Vai te que pagá.

Se não vai t que escutá.
Vai te que pagá.
Se não vai te que escutá.

Memo que o c num quera me ouvi.
C já tá me ouvindo memo.
E agora c vai t de me tulerá.

Se não vai t que pagá.
Se não vai t que escutá.

Pósso num se dos meió cancionero.
Mais pelo meno sei fazê umas boua rima.

E se o c ainda tá me ouvindoooo!
Saiba que to longe d acabá.

Mais se o c num tem saco pra issooooooo.
Num é por causa disso que vo terminá.

Agora a música já tá rolandooooo!
E os teu ouvido, c quase tampando.

Se o c tá rezando pra eu pára.
Saiba que nenhum santo vai t ajudáaaaa!
Mais num se preucupe que seu sofrimento já tá prestes a acabáaaaa!

Porque já tá chegando no fim.
Mais antes de concluir o serviçoooooo!
Eu vo deixá um aviso.

Meu tempo já tá muito corrido.
E o som já vai baxá.

Mais antes disso! (A música então para por três segundos.)
Mais um toque vai t que rolá! (Diz o vocalista em vós alta e grossa. Daí então, é só som da pesada, misturando som de guitarra e acordeom, depois de alguns minutos ela acaba. Me inspirei em Lampirônicos.)

O combate entre o “dragão” do bem e o “dragão” do mal Cap.12-Part.3


Part.3

Eles então chegam no bar do Marcos bem na hora do almoço, num domingo bem ensolarado. Entram no bar e estão todos reunidos numa festa de boas vindas a Ravew. O Jeus moderno. Com direito a amigos mais íntimos e a própria mulher e filhos de Jesus que se encontraram depois de um longo tempo. Nessa hora de bastante festa e felicidade, muito forró e músicas variadas, Carlos vê Cristo, que depois de ter tomado um bom banho que fazia tempo que não tomava e que agora está sentado numa cadeira, com uma calça jeans, tênis branco e azul e camisa pólo azul. Lá está ele abraçado a sua mulher de beleza deslumbrante com seus cabelos curtos e um sorriso bem brilhante, sentada ao seu lado. Carlos então pergunta a Cristo.
- Cara. C pode me arranjar o livro sobre essa história que você escreveu no passado?
- Pede o Flávio, que ele tem o livro. Ah! Eu num te apresentei ainda... Essa aqui é a Sofia, minha mulher.
- Oi. – diz Carlos.
A mulher de Cristo então diz:
- Tudo bem.
- Tudo. – diz Carlos.
Carlos então procura Flávio, que lhe dá o livro para ler. Carlos fica a tarde toda lendo o livro, não para nem para dançar com Nayra. Chega sete horas da noite e todos estão nas suas mesas comendo pizza e bebendo, Carlos chega em Cristo e lá está ele junto com sua mulher e filhos comendo pizza. Jesus com uma bela caneca de cerveja na mão e comendo uma pizza vegetariana feita com carne de soja, comendo junto com Sofia. Carlos então comenta.
- Cara! Esse seu livro é totalmente punk! Tem tudo, até o nome dos personagens principais é o mesmo, claro q tem algumas mudanças d alguns nomes dos personagens e d certos locais também é claro. As coisas q acontecem nele foram descritas em locais diferentes q é o q está escrito no livro. Fora isso, as aventuras q passamos juntos é praticamente igual, se não fosse por pequenos detalhes q diferenciam algumas coisas d livro e da aventura q tivemos. Você escreveu o seu destino. Você literalmente escreveu o seu destino e o meu também e o destino d todos q convivem com você e q passaram por essa aventura fantástica q é a nossa história. Tudo no fim acabou em pizza, q nem estamos agora. E mesmo assim. Ranfarad não conseguiu evitar q o destino nosso d salvar a o mundo se cumprisse. (Isso é óbvio! O q eu quero mesmo ver são os mocinhos ganhando e salvando o dia.) Outra coisa q eu gostei. Pó livro parece ter sido escrito exclusivamente pra mim. Já q eu sou o personagem principal dele e eu q narro a história. E mais uma vez o dia...
- Foi salvo! – Diz Rávew com cara d empolgado – Graças as meninas super... Qué dize... Graças aos heróis dessa história toda q somos nós.
- Bem bolado cara, quando li o livro. Como ia dizendo, era como se eu descreve-se a aventura q passei com você e com todos os nossos amigos. Por isso q o narrador é narrador personagem. No caso o narrador personagem sou eu! E a história narrada no livro Espíritos Indomáveis é basicamente a minha mesmo. Q loco mermão! Muito punk mesmo. – fala Carlos empolgado. – Huahuahuahauhahuahua!!!! Mas eu to querendo lê mesmo são os livros continuações desse ou então o edição única que é de mil e quinhentas e poucas páginas e do tamanho de uma folha A.4. E cara, mas se não fosse a “CIS” para encobrir pela mídia que essa história escrita no livro era a sua própria história do seu futuro e do nosso futuro... As coisas se complicariam pra você.

- Uma coisa q você tem q saber também. Na verdade, eu não precisei da “CIS” para fazer esse trabalho de manipular a mídia. O destino me ajudou, tornando as coisas mais fáceis.
- Como?
- Depois de largar as drogas e o tratamento psiquiátrico eu resolvi escrever meu livro, logo fiz a zaga completa dele. Cerca de dez livros, sete deles sobre meu encontro com os apóstolos e iluminados, em que termina com nós salvando o mundo, outros dois sobre a história do anticristo e a minha. E o ultimo, um livro q serve d guia espiritual ensinando um bom modo de se viver, q é no caso, as revelações d um jovem sonhador. D um jovem q quer um mundo melhor. Eu tenho um tio que estava acompanhando eu fazendo ele, nós somos muito amigos desde q o conheci quando casou com minha tia Juliane, eu e ele gostamos de muitas coisas em comum entre a gente. E até mesmo o modo de pensar é bem parecido. Ele se chama Roberto. Ele...
- Já sei! Ele que roubou seu livro e...
- Dâaar!... Claro que não! Senão não seriamos amigos ainda. Deixa eu contá caramba! – diz Cristo com os olhos esbugalhados fazendo uma expressão sem muita seriedade.
- Tá bem.
- Esse meu tio é um escritor muito famoso e um ótimo crítico literário e ele já sabia que eu era reencarnação de Cristo, mas num comentava. Ele q tinha escrito o livro Dorijos: Em busca da verdade, demoro a faze sucesso mas fez. O que aconteceu, é que com 27 anos, terminei de escrever tudo que queria. Então meu tio, vinha acompanhado que escrevia e ele que é muito rico. Fez uma senhora reunião de família dos Estervez na Nova Zelândia. O país dos esportes radicais, nós nos divertimos muito experimentando autas modalidades d esportes radicais! Foram bons momentos q passamos lá. Nessa reunião foi mais de duzentos familiares, trinta deles eram d árabes e judeus, tudo pessoal do oriente médio, q faz parte da descendência d nossa família também. E tinha justo um casal d mulçumanos de Jerusalém, que tinham um filho judeus de treze anos, adotado por eles após a morte dos pais biológicos. Ele naturalizado brasileiro, foi morar com eles lá em Israel. E nisso. O meu tio só foi terminar de ler meu livro no notebook dele lá na reunião de família. Nisso esse parente distante espertalhão e inteligente, o caboco de treze anos, fuçou no notebook e gravou a saga inteira do livro num pem drive, foi fóda meu! A família deles foi embora mais cedo da festa e de lá, chegando na casa dele, ele imprimiu o livro e colocou todos direitos autorais no nome dele e deu um jeito d publicá-lo. Acabou vendendo muito, vendeu mais que a Bíblia.(Sonho meu pra esse livro.) Meu tio ficou indignado com que houve, minha família também. Eu também! Mas eu não me importei, porque sabia que isso ia acaba acontecendo mesmo, foi um sinal do q eu mesmo escrevera, passei a dar mais valor no q escrevia a partir d então. Minha família, toda. Eles acabaram se conformando depois que os consolei. Foi então q resolvi escrever outros livros q não tinham esse tipo d viajem fantasiosa demais q estava na minha saga. Eles fizeram sucesso no meio acadêmico e também leigo, porque envolvia muito, filosofia, economia, teologia, ciências políticas e crônicas. Mas já que o livro Espíritos Indomáveis, tava profetizando a vinda de um presidente que faria o Brasil uma super potência e uniria o mundo, acabou sendo ainda mais vendido depois que virei o presidente fazendo os sete anos de paz, 7 anos em que não teve nenhuma guerra em nem conflitos entre as nações no mundo inteiro. Agora quer saber qual era o nome do meu parente?

- Qual?
- Ranfarad Candarfridhi Estervez, o anticristo com qual lutei, coincidentemente as mesmas iniciais do meu nome tem no nome dele também. E coindentemente ele também ficou bem parecido comigo quando cresceu. Mas fazia questão d mudar o corte d cabelo pra não ficar. Depois dos 7 anos de paz o mundo, ele armou para surgir o “Geda”, Grupo de extermínio d anticristos. Segundo o q eles mesmo também se conheciam, a organização terrorista protestante que vem fazendo vítimas ultimamente. O “GEDA” então foi matar Ranfarad, por um plano que ele mesmo armou em que eles descobrissem que ele era o anticristo. Fez o “GEDA” pensar que matou ele. Nisso ele deixou uma carta revelando que eu o usara para colocar meu livro nas mãos das pessoas do mundo inteiro e nessa carta ele também deixou indicando várias provas falsas de que eu era o anticristo e não ele, logo eles vieram me matar e acabei sendo morto quando eles armaram aquela bomba pra mim, q é também a q eles usam em seus atentados. Agora Ranfarad já deve estar botando a segunda fase de seu plano em prática. Dominando quase toda a “CIS”, deixará o caminho livre para a mídia divulgar falsas provas que o “GEDA” tem contra mim, com a invenção de que eu era o anticristo, algo que a “GEDA” tem tentado a muito tempo sem sucesso por causa da “CIS” que a impedira de divulgar as falsas provas. Sujando minha imagem, Ranfarad pretende dominar o mundo e trazer um novo Apocalipse, colocando a marca da besta que todos antes esperavam mas vão esquecer quando ela vier, o famoso biochip q é o arácnus, ninguém pensará que ele é a marca da besta porque acham que já foram marcados a muitos anos atrás da forma q eu mesmo já expliquei e que isso não passava de especulação antes.
- Cara... – diz Carlos embasbacado – Incrível. A história ficaria muito mais massa se fosse escrito mostrando ela na vida real. Outra coisa meu, essa d holocausto começando com “O”, foi o Ó do borogodó! Mas fico legal meu.
- Eu nunca fui muito bom nesse negócio de gramática mesmo e pra que “H”? O “H” é mudo mesmo. – diz ele com sorriso irônico – Só fica de enfeite na palavra. Essa é só uma das várias palavras no português que pode ser escrita de formas diferentes, que vão prevalecer o mesmo sentido e entendimento.
- O que mais gostei nesse seu livro, é essa de você querer fazer a paz mundial e te confundirem com anticristo.
- Não, pois é. Percebi isso, porque não tinha sentido um monte de cristão saber que viria o anticristo querer fazer a paz mundial. Aí eu pensei, se for assim, ninguém vai aceitá ele, ou pelo menos a maioria. Mas li outra coisa na Bíblia, falava que o anticristo ia fazer um monte de guerras e que a maioria dos homens iria acabar ficando do lado dele no final das contas e teria muita guerra no mundo. Mas como o diabo faria isso? Me perguntei, então pensei na melhor jogada dele, porque não usar as três religiões mais fortes do mundo para colocar do lado dele? A coisa mais fácil que ele podia fazer era a de se aproveitar de mim fazendo a paz mundial e já que a maioria dos cristãos pensariam que eu fosse o anticristo, iriam querer me matar. Pois faria sentido pra eles, pois seriam minoria no mundo no futuro, que é agora, porque o mundo tava se orientalizando principalmente com budismo. Pra surgir um líder de uma organização terrorista protestante querendo destruir tudo e aumentar o cristianismo voltando a um tipo de Santa Inquisição, seria questão de tempo acontecer, mais ou menos depois de sete anos com a paz mundial feita por mim. Aí que entraria a parte de que o anticristo viria com a paz e a união dos povos. Fazendo um monte de trouxas não aceitarem isso pensando ser do diabo e fazerem uma terceira guerra mundial. E num é de hoje que muitos homens estão do lado da besta não, as coisas começaram na entrada desse século mesmo. Que muitos pensavam que não estavam do lado da besta, mas na verdade estavam, pois são justos esses três povos que mais causavam mal aos homens, os judeus, islâmicos e cristãos. Primeiro aquela de católicos e protestantes cheios de conflitos na Irlanda, depois do Bin Ladem de distruí as torres gêmeas nos Estados Unidos, onde pelo menos a metade do povo de lá é protestante e quase a outra metade é judia. Depois uma porrada de escândalos sexuais envolvendo padres e menores de idade, ainda tinha aquela guerra mais estúpida ainda de israelenses judeus e palestinos islâmicos, tudo por causa de água e outras tretas também.

Diziam que haveria três demônios também no domínio do mundo, mas ninguém conseguia ver eles. Os três demônios eram líderes mundiais de países mulçumanos, judaicos e principalmente cristãos. Eles mesmo não percebiam, mas eles eram a própria “nova era” de que os cristãos tanto falavam que traria os planos da besta ao mundo, pois não faltava um número de Igrejas crentes crescendo cada vez mais e dominando cada vez mais ignorantes com falsas esperanças naqueles ladrões. Havia uma série de mudanças acontecendo com essas três religiões. Cegos estúpidos! Não conseguiam enxergar que na verdade estavam seguindo satanás. Tolos eram achando seguir a Deus, pois na prática são verdadeiros anticristos a maioria dos que seguem essas três religiões. Pois ambos estão às virtudes de satanás. O orgulho, que ambos se acreditam serem os primeiros a serem salvos, mas os primeiros serão os últimos e os últimos os primeiros. O Orgulho que lhes sega sobre a verdadeira trindade dentro de todas religiões. Amar a Deus, a si e quem estiver próximo. Neles também prosperam a mentira, pois seus líderes são ricos e só querem manipular e explorar as pessoas no trabalho para os próprios interesses. Neles a imposição é continua, pois não querem que ninguém possa opinar, a não ser seus próprios poderosos que não lhes dão ouvidos. A ignorância flui em suas mentes e daqueles que os seguem. O rancor e desamor ao próximo andam de mãos dadas entre esses três povos. A luxuria entra nesse conjunto miserável. E principalmente a destruição que ambos causam a Terra, não é difícil perceber isso pela mídia. Estão todos podres, porque não souberam enxergar o número da besta em si mesmos, que é 666. Se eles percebessem que no cristianismo, a três divisões diferentes, os católicos, protestantes e ortodoxos. Que no islamismo a duas divisões, os xiitas e sunitas. E que no judaísmo não se há divisão, ambos juntos dão o número seis e seis vezes três é igual 18, que são três seis, que são 666. Há três nomes dados para protestantes, protestante, evangélico, crente, ambos dão 27 que dividido por 3 dá 9, que de cabeça pra baixo é 6 que vezes 3 dá 18, que são três 6 juntos, mais uma vez 666. (Aprendi isso com meus amigos crentes, que adoram fazer essas contas matemáticas que coincidentemente acaba dando 666.) Não vão faltar combinações de palavras derivadas dessas três religiões que darão 666. Essa era a melhor forma de trapacear do diabo, pois no crime perfeito, o bandido deixa as provas apontadas para outra pessoa e para ficar acima de qualquer desconfiança, ele finge ser aquele que procura esclarecer o crime e acaba incriminando inocentes. Que você acha do Sadan, Sharon, Bush e outros panacas líderes mulçumanos, judeus e cristãos que faziam tanta guerra e mal para o mundo? Tudo farinha do mesmo saco!
E Bush era o pior de todos, o homem mais estúpido e idiota da face da Terra. O Sharom é o menos mal de todos, os piores eram Bush e Sadam. O Sadam via Bush como o demônio do ocidente, logo os mulçumanos também viam. Bush via Sadam como o demônio que ameaçava a paz mundial, pois o acusava de fazer armas de destruição maciça capaz de matar milhares de civis. (Essa crítica a seguir, é uma homenagem para meu irmão Luís, que me deu essa idéia de criticar Bush, quando terminava a revisão do meu livro.) Mas os mulçumanos estavam certos em ver Bush como o grande demônio, pois se tinha mais motivos pra fazer uma guerra contra os Estados Unidos do que contra Sadam. Pois o babaca do Bush, tinha controle do país com mais armas de destruição maciça e altamente tecnológicas, que poderiam ganhar uma guerra sozinhos contra todos os países do mundo e destruir o mundo dez vezes seguidas. Bush que era a principal ameaça do mundo, não Sadam. Apesar de Bush querer libertar o povo iraquiano, entre aspas, a intenção foi até boa, mas o método errado. Pois não precisava matar civis. E por que não declarar guerra aos Estados Unidos? Destruindo ele poderíamos eliminar da face da terra 25% dos serialkillers do mundo que viviam lá, sem falar mais outros 15% de pessoas com tendências psicopatas. E Bush não tava nem aí pra “ONU” mesmo, fingia que não ouvia os pedidos de paz dela e do mundo. E o Bush só queria satisfazer sua vingança, se queria tanto vingar o pai, por que não só matava Sadam?

Os civis não tinham nada haver com os erros de Sadam. Pura vaidade, pois sendo dono de todo petróleo do mundo, para ganhar mais dinheiro com isso. E interessante ele te ganhado, pra alguém que numa disputa acirrada com adversário, justamente em um estado dos EUA, dá um problema na cotação dos votos e é obrigado a revisar tudo de novo para dar no final a vitória a Bush com uma pequena porcentagem de votos. Não me admira também, pra o Bush ter armado uma fraude em cédulas de papel não seria nada difícil, só alguns votos de cidadãos que nunca existiram ou já faleceram a mais não lhe seria problema. A única conclusão que tinha de tirar disso, era que os líderes judeus, cristãos e mulçumanos viviam se chamando de demônios e coincidentemente eles dominavam a maior parte do mundo. Ambos um bando de tolos, sempre estavam em atrito entre eles e com quem não tinha nada haver com a história. E aí está a profecia da Bíblia dos três demônios dominando a maior parte do mundo e deixando sua marca da besta. Até na Índia, o país mais tolerante do mundo, entro em conflito com os mulçumanos, é impressionante como esses três povos se odeiam tanto e causam tanta apatia! Mais num tem base um negócio desses! Os que mais pregam o amor ao próximo viviam se destruindo. E eles eram a maioria no passado, os cristãos mesmos diziam que a maioria do mundo seria dominada pela besta, taí a forma que um bando de trouxas nem perceberia. Enquanto isso Lúcifer ficava contente jogando dardos numa foto de Deus e comemorando a entrada de mais novos idiotas no seu mais novo condomínio do inferno. Pode se dizer que infelizmente, estavam com a marca da besta a maioria dos que seguiam essas três religiões, usando a mente pensando como ela e as mãos agindo como ela. Pois ambos progrediam na mentira, ganância, ignorância, violência, luxúria, vaidade, egoísmo, cinismo, desafeto, desimportância, desumildade, incompreensão, vangloriação, impiedade, injustiça, hipocrisia, ódio e orgulho. A própria mídia e eles mesmos se denunciavam, quantas vezes já vimos na televisão e já ouvimos casos de pastores charlatões que mentiam para seus fiéis iludidos para alimentar a própria ganância? E tanta ignorância que vive entre essas religiões? Quantos países mulçumanos que mais da metade da população era analfabeta e nunca leu um trecho do Alcorão? Quantos católicos no mundo não tem o mínimo conhecimento dos apócrifos q contradizem por completo a história d Jesus? Principalmente quando se trata do livro O evangelho segundo os apóstolos. Quantas vezes já vimos e ouvimos falar de conflitos religiosos cheios de ódio e violência, entre ambas religiões pronunciadas? E os escândalos aterrorizadores de pedofilia na Igreja Católica? E a vaidade de todas as formas, principalmente com a espiritualidade? E o egoísmo de se acharem os únicos? E como muitos ricos americanos eram cínicos, desumildes e nem davam importância para os outros? E o tanto que de americanos que apoiava a guerra de Jorje W.Bush? ( Talvez houvesse muitos judeus os apoiando. )

O desafeto entre israelenses e palestinos que não se entendiam e nem procuravam se compreender? E os massacres impiedosos e injustos, que ambos líderes crentes dessas religiões já fizeram? E principalmente o absurdo que uma grande maioria de seguidores de ambas religiões pronunciadas são orgulhosos e sem humildade, pois vivem se vangloriando e se dizendo os únicos escolhidos por Deus. Os únicos do caminho certo, os únicos que podem! Não enxergam a própria decadência, pois ambos vivem se exaltando e humilhando os outros que não são da suas crenças, raça ou cultura. (Isso, meu caro leitor, é pra você, independente de cultura ou credo refletir nos dias de hoje.) Tipo assim, são na maioria um bando de estúpidos que seguem o diabo usando a minha máscara e não percebem. Os diabos são seus próprios líderes políticos religiosos a quem servem, ou um dos dois tipos. Esses líderes que os iludem mostrando uma boa imagem mas, sendo verdadeiros chacais por trás da máscara. A verdadeira marca da besta meu. Aquele negócio de biochip, não passava de especulação de pastores que trabalhavam para “PO”, que na verdade queriam fazer as pessoas não verem a verdade. E qual o principal motivo de tudo?
- Intolerância religiosa. E olha que eles são os que mais pregam a tolerância e o amor ao próximo. Fazendo o pior pecado do ser humano, o egoísmo, que só leva o homem a mais pecados, principalmente na forma de aumentarem o ego se dizendo os únicos com direito a salvação.
- Principalmente da parte dessas três religiões umas com as outras e isso tudo começo de quem se formos analisar?
- Dos próprios cristãos desde os tempos mais remotos, na época medieval.
- Pois é cara, essa bobeira de achá que só eu sou o único caminho, isso num faz sentido.
- Me lembrei de uma parte da Bíblia que seus apóstolos chegaram em você e falaram que viram um outro cara expulsando demônios no seu nome e eles o proibiram dele fazer isso. Cê chego neles e deu a maior lição de moral falando que quem não era contra você era por você.
- Pois é cara! Isso tinha que fazer uma tolerância pelo menos entre católicos e protestantes, pois eles iam pensar o seguinte: “Acreditam em Jesus, num tem nada contra ele, só a favor, então eles são nossos irmãos e merecem nossa confiança.” Mas parece que eles nem leram isso e mesmo assim, eles vivem me chamando de Deus mesmo, dizendo que sô ele também. Quero saber se tem uma religião que é contra Deus?
- Sinceramente, não queria ofender os cristãos não, mas os que pensam desse jeito são mesmo uns babacas!
- O negócio na Bíblia é o seguinte, muita coisa nela é simbólica, muita coisa nela é leva várias interpretações diferentes que podem contradizer as outras ou complementar.(LINGUICEIRA) É no caso deles me chamarem de Deus, mas não aceitarem a concepção dos outros só porque não vem Jesus como o grande profeta deles. Pode ter uns que até reneguem a mim, mas não renegam ao pai, então não me renegam, fica o dito pelo não dito. Mesmo assim num tem nenhuma religião que duvide de minha divindade, é difícil te uma. Só não sou o profeta mais importante de todas, porque não fui eu que estava lá para espalhar a boa nova no momento que Deus precisava espalhar e eles não consideram que eu estou em todo mundo? De certa forma todo mundo é eu e todo mundo pode servir de intermediário pra Deus. E aí o tempo foi passando, os sinais apocalípticos vindo e passando despercebidos. E tudo por que? Por que as pessoas se deixam levar só pela fé sega ou só pelo total ceticismo e não procura vê o caminho do meio. Que é os dois juntos e não é nem um dos dois. Um exemplo disso que eu dou, é quando começou a soar as trombetas. Na primeira trombeta, se todo mundo pará para vê o que quê tava acontecendo e interpretá direito usando a razão. Viria que a chuva de granizo não passava de chuvas ácidas por causa da poluição, que num fez pouca destruição não... Um monte de terra infértil sem árvore por causa das queimadas. Na segunda trombeta, se formos pensar na terça parte da água convertida em sangue, c pode compará com a poluição que mata um monte de animais marinhos onde navios pretoleiros e outros afundaram e afundam poluindo mais ainda, ou várias outras formas de poluição. A terceira trombeta, como um monte de rios e fontes poluídas que se bebe da água e morre. A quarta...

- Como a poluição nas nuvens tampando a luz do sol e das estrelas. E a quinta trombeta, colocando os gafanhotos como vírus ou bactérias que transmitem doenças que nos fazem sofrer por muito tempo ou tragédias radiativas e bombas atômicas que ficam cinquenta anos ou mais atormentando gerações seguidas. A sexta trombeta, a cavalaria como os exércitos que matam milhares e milhares de pessoas. E a sétima do mistério de Deus, como os profetas e pessoas nesse mundo que profetizam nesse mundo para fazê-lo um dia melhor, a procura pela paz de forma insistente!
- Isso cara! Cê tá pegando o jeito da coisa, isso aí foi o que aconteceu, agora já tá sendo as sete taças, que vão traze um monte desgraças para os seres humanos.
- Legal cara! Agora que andei pensando, é sobre aquela dos cristãos não aceitarem que o homem vem do macaco, eles sabem que Deus fez o homem, mas quem díz que está especificado na Bíblia como ele fez?
- Poisé cara! Num é gonorância. – diz ele sarcasticamente – Se na própria Bíblia diz que primeiro veio os animais marinhos depois os terrestres, depois que veio os voadores e por ultimo os homens. E ficam aí achando que os cientistas estão errados. Ah meu Deus, dá até uma descrença isso! Se os próprios cientistas descobriram que primeiro veio os seres marinhos, depois os seres terrestres, depois os voadores e por ultimo o homem, colocaram especificadamente como isso aconteceu, aí sempre tem um que fala: “Não! Deus que criou o homem através do barro!” Num é atoua que os cientistas descobriram que nosso corpo tem carbono e uma porrada de outras coisas que se encontra na terra. E ainda vem com aquele argumento: “Não! Mas se nós fosse descendente de macaco, ele teria que tá evoluíndo até hoje e já taria até dirigindo carro.” Pelamor de Deus, vão se anta lá nu inferno... – diz Cristo pondo a mão na cara e a balançando pros lados – Será que eles não estudaram que o tempo que o homem levou para virar homem, foram mais de três milhões de anos! E por que nós viríamos do chipanzé? Tem um monte de espécies de macacos e talvez a que nós viemos nem existe mais e é bem capaz se essas espécies evoluírem,(Chipanzé e outros.) nunca que vão tê a mesma semelhança de nós. Ainda é capaz que demora bem mais do que nós para evoluírem, porque só evoluí de acordo com as necessidades que vai se precisando. Sem falá que os macacos tão precisando de evoluí mais, o homem tá destruindo a natureza, eles acabam ficando mais espertos. Cê vai vê se daqui uns milhões de anos, se esse planeta ainda existi, cê vai vê se eles num vão tá mais espertos. Isso só no caso deles verem necessidade, senão é capaz que nem evoluem se não sentirem necessidade.
- Pior cara... Pior mesmo são os ateus fundamentalistas ao extremo e ainda pseudointelectuais. Com aquela frase: “Deus não existe.” Dá até vergonha, eles dizem que tudo vem do bigbang, mas será possível que eles não pensam ou vêem que Deus não poderia muito bem se manifestar através do bigbang? Se você pergunta a eles o que coordena tudo isso? Eles respondem: “Sei lá, a ciência num provou.” Aí cê toca num assunto, não seria por a caso alguma força desconhecida? Eles dizem: “Pode ser.” Essa tal força que é Deus, aí eles vem naquela pergunta: “E de onde surgiu essa força?”

- Aí eles caem naquela paranóia: “Alguma coisa fez ela, foi uma outra força que deve ter sido feita por outra...” E vai por aí só cai na mesma resposta, num descobre bosta nenhuma e cai na cabeça: “Nós viemos do nada, pois essa tal força veio do nada, então não existe Deus.” Vão se trouxa nos quinto do inferno, os próprios cristão dizem que Deus veio do nada, no final das contas os ateus cabeçudos acreditam em Deus, só que de uma forma diferente e paradoxal. Já q acreditam q existe uma força natural q faz o Universo ficar em constante transformação. Pode ser como: “A força superior que coordena tudo!” ou “O grande arquiteto do universo!” ou simplesmente DEUS.
- Bem q Einstein nos deu a visão d q o Universo em si, já é uma manifestação divina natural. Acreditar em Deus ou não, se torna uma questão semântica e relativa.
- É... Realmente meu caro Carlos. Nisso eu sou obrigado a concordar com você.
- Taí porque o melhor caminho é o do meio, entender o que os outros dois realmente significam. Equilíbrio entre fé e ciência.(DESLINGUIÇO)
- Isso. Mesmo que as pessoas dizem que a religião não é compatível a ciência, aí que elas se enganam. Pois se a própria Bíblia é, por que as outras religiões não?

O combate entre o “dragão” do bem e o “dragão” do mal Cap.12-Part.2


Part.2

O anticristo então aperta o botão do controle remoto, ouve-se uma explosão na cabine e o míssil começa a ser lançado. Mas o anticristo não esperava que Carlos num movimento rápido, corre em direção a espada de Jesus que está no chão dá um pulo com ela em direção do míssil. Ranfarad então se vira em direção de Carlos e arremessa sua espada para cima dele, mas outra coisa que ele ainda não esperava, é que Umpuruí pularia na frente, sendo ele atingido pela espada no seu peito, em seguida o anticristo grita:
- Nãooooo!
Nesse momento Carlos usa a espada para dar um corte no míssil que só podia ser cortado pela espada sagrada, os fius dentro do míssil pegam curto circuito. Fazendo que o míssil agora não seguir mais em direção do oriente médio, mas sim continuar indo para cima até gastar todo seu combustível especial. Coisa que não irá durar muito tempo, pois depois do ataque fulminante de Carlos que por sorte não pegou no tanque. Carlos aproveitou o momento em que tinha já rasgado míssil e o deixado com defeito, para mandar os pés nele na vertical e jogar um salto mortal para trás, longe o suficiente para não virar churrasco metamorfo e sem esquecer da espada sacra nas suas mãos é claro. Jesus então diz a Ranfarad:
- Viu que o mal não compensa, você estava tão preocupado em me matar, que se esqueceu de ativar o míssil antes, igual eu mesmo já tinha escrito.
- Nós nos encontraremos de novo, maldito!
Ranfarad usa seu poderes e vira uma nuvem de fumaça negra do tamanho de quatro metros, quando isso acontece sua espada segue o mesmo procedimento e se junta a ele, em seguida ele pega a forma de um demônio de fumaça com forma de gárgula e voa rapidamente saindo pela entrada do templo. Carlos então fala com Jesus:
- E enquanto a Nayra e o Marcelo que estão mortos?
- Já vou cuidar disso.
Jesus então pega com os poderes da mente seu cajado(Faz seu cajado voar até ele.), bate com sua ponta de baixo no chão dizendo:
- Que a força do GRANDE GUARDIÃO UNIVERSAL os vivifique!
Então do cajado sai três raios que vão em direção do corpo de Nayra que está no chão, de Marcelo que está nos escrombos da cabine destruída pela explosão.(Felizmente ele ficou com o corpo inteiro. No momento da explosão, ele já estava saindo da cabine de controle. Mas foi acertado por estilhaços que lhe furaram o coração lhe pegando pelas costas no momento que saía da cabine.) E o outro raio vai em Umpuruí que revive o novamente, Muapi então grita:
- Irmão! Você está vivo.
- Pensei que iria morrer sem ter o seu perdão.
Muapi se transforma em ser humano, então os dois correm em direção ao outro e se abraçam. Marcelo sai dos escombros em forma de homem também e Rânara se transforma em mulher novamente, os dois correm um para o outro e se abraçam dando beijos de amor. E para completar o final feliz, Nayra corre em direção de Carlos que é abraçado na forma que está mesmo, ela então diz com a cara fechada:
- Dá pra você se transformar em homem. Eu num to afim de beija boca com bafo de onça não!
- Ah! Desculpe-me.

Carlos vira homem e eles se preparam para dar um beijo na boca um do outro, mas antes disso acontecer, Jesus fala para eles:
- Não queria interromper os dois pombinhos não, mas o míssil já vai voltar e cair aqui e explodir esse templo e essa história vai acabar ficando sem final feliz, isso vale pra o cês também Rãnara e Marcelo.
Os outros dois pombinhos se desgrudam e todos nossos heróis vão em direção do avião de porte médio na forma de seres humanos. Quando todos estão lá dentro, Jesus então entra na cabine e pergunta para os outros:
- Alguém aqui sabe dirigir um avião?
Carlos fala irritado:
- Porra meu! C dirige uma nave estrelar e não sabe dirigi um simples avião.
- Dirigir naves é igual jogar videogame, não é tão complicado como essa tecnologia ultrapassada.
- Faz alguma coisa! C nunca viu isso num filme não!
- Tá bem! Calma aí meu...
Jesus então dá a partida no avião, começa a sair do templo com ele, acelera firme passando por quase toda a pista no meio, que fica na cidade que está em volta do templo, na hora em que cai o míssil no templo, a explosão começa a afetar a cidade e a chegar mais perto do avião. Até que ele decola, consegue evitar a explosão que destrói as ruínas da cidade inteira, até que Cristo fala:
- É como nos videogames também. Graças a Deus! – diz ele aliviado.
Nesse instante um pedaço de pedra voa em um dos bimotores, danificando ele e agora o avião está a setecentos metros do chão, até que Jesus grita:
- Peguem os pára-quedas!
Jesus abre então a escotilha(Aquela enorme porta do avião que se abre atrás dele descendo para baixo, para quem não sabe.) do avião, mas tem um problema, há apenas dois pára-quedas. São nove os nossos heróis agora, a única alternativa para um momento desses é dividir os dois pára-quedas, Rânara então pôe um nas costas e fala para Muapi e Marcelo:
- Eu vou pular e vocês dois agarram nas minhas pernas!
Marcelo então fala:
- Não senhora! Eu pulo e só você agarra nas minhas pernas!
Rânara olha torto para Marcelo e fala:
- Eu já estou com os pára-quedas nas costas esqueceu... Marcelo?
Ela então pula, Marcelo e Muapi fazem o mesmo em seguida, no ar se agarram com todas forças nas pernas de Rânara, ela abre o paraquedas, sente um baque nas pernas e ainda diz:
- Minha nossa! Pensei que vocês iam arrancar minhas pernas depois desse baque.
Nisso Marcelo olha para Muapi e fala:
- Num vai quere aproveitá dela não cara! – diz ele desconfiado.
Nesse momento Mirambú pôe os pára-quedas e grita com os outros:
- Ainda dá para mais dois virem comigo!
Jesus sai da cabine de controle e então fala:
- Pode deixá! Pula você e o Nanrrarábi juntos, porque eu tive um plano!
Os dois então pulam juntos e bem agarrados um no outro, Carlos então pergunta a Jesus:
- Qual é plano!
- Não me pergunte, só pegue aquela lona enorme amarrada no avião e faça o que eu fazer!
Carlos e Umpuruí, desamarram a lona quadrada(Vinte metros quadrado que ela tem.), que por sorte tem quatro cordas de sete metros em cada ponta, Jesus nem fala. Já pega logo a corda e amarra bem firme na cintura, nossos outros heróis fazem o mesmo. Umpuruí e Jesus ficam na frente, Nayra e Carlos atrás. Jesus corre para pular junto com Umpuruí, Nayra e Carlos fazem o mesmo. Carlos pergunta apavorado:
- Tem certeza que isso vai funcionar!
- Não sei! Nunca fui muito bom em física! – diz Jesus.

Logo que Cristo fala isso, ele já pula com Umpuruí, Carlos e Nayra fazem o mesmo. Carlos então grita:
- Essa nãoooo!!!
Os nossos quatro heróis que restaram pulam então do avião, a sete quilômetros das ruínas destruídas, ele(O avião.) cai e chega a arrastar ainda cinquenta metros até ficar sete centímetros da rodovia mais próxima, felizmente não explode e não mata nenhum animal no meio do caminho. O plano de Jesus sai perfeito, no ar os nossos quatro heróis pela graça de Deus, conseguem fazer um equilíbrio na lona quadrada de vinte metros de cada lado que é bem resistente, quando isso acontece os quatro ficam juntos um com os outros, bem “coladinhos” e abraçados.
Jesus então fala calmamente:
- Aí galera. Isso é ou não é emocionante?
Carlos fala:
- Isso é a maior loucura que eu já fiz, isso sim, nunca pulei de pára-quedas. Ainda mais com um improvisado igual esse.
- Sabia que as nossas chances reais de conseguirmos isso eram mínimas.
- O que! Nós podíamos ter morrido por causa de uma loucura sua!
- Loucura que nada cara, adrenalina meu! Ihurruuuu!
Nossos heróis então caem levemente de uma altura de quinhentos metros parando em cima de uma árvore de dez metros do chão, eles então se desamarram do pára-quedas improvisado e começam a descer da árvore. Logo se encontram com os outros que fazem parte do grupo que já estavam bem próximos. Carlos então pergunta a Jesus:
- Por que você não escreveu que nós íamos cair num lugar sem árvore?
- Ah, qualé, fica bem mais emocionante e ingraçado assim.
- E nós com pirucas de folhas...
- Num te falei. – diz ele com sorriso irônico.

Todos riem então, depois disso, eles começam a ouvir um barulho de jatos chegando perto, olham para cima e não vêem nada. Quando percebem, esse barulho de jatos está vindo cerca de cinco metros de distância e parece que cada vez desce mais, espalhando as folhas no chão da floresta para os lados. Uma surpresa então acontece! Começa a criar forma quando está a uma altura de sete metros, sendo tampado pelas árvores, é justo um caminhão voador que está saindo da camuflagem. Quando o caminhão está no chão, sai dele o homem sorridente, ex-apresentador de programa de televisão, Guinodam, o baixinho verde e um outro homem também já conhecido da televisão. Esse outro homem tem uma barba branca que passa do pescoço e é careca, com apenas fius de cabelo na nuca e numa parte a cima das orelhas, usa sapatos e calças sociais e camisa branca pólo. Carlos começa a achar esse homem conhecido de antigas fotos de revista, então ele pergunta:
- Você num é aquele tal cara que tava oferecendo um milhão de dólares para a pessoa que provasse que era um para-normal de verdade? Era um programa que passava lá pelas oito horas, todo domingo num canal, num sei se era da Globo o...
- Sou ele mesmo. “Rames Grund”, lá eu usava um outro nome, mas essa vida de mago que tem mais de duzentos anos, é mesmo difícil, as pessoas nunca te conhecem pelo verdadeiro nome. Por causa daquela proposta de um milhão de dólares, achamos muitos paranormais de verdade que pegamos para recrutamento na “CIS” e um monte de babacas se achando paranormais.
- Aquele tal de Tomas Grin num sei o que das quantas era um babaca?
- Não, ele num era nenhum dos babacas não, ele realmente conseguia fazer umas coisas, só que ele não devia mostrar para as pessoas que magia existe, ou então eles iam acabar percebendo que ele fazia parte de uma ordem de magos e nós estaríamos ferrados. Aquele meu discípulo era mesmo o mais rebelde e cabeça dura, achava que os homens deveriam ter o conhecimento do sobrenatural logo! Acabamos tendo que fraudar as coisas para provar que ele era um charlatão.(Quem dera que fosse isso mesmo.)
- Poxa, legal então. Ei cara! E enquanto ao vírus biológico?
- Foi bom você ter de tocar no assunto, aquele vírus é totalmente fatal para o ser humano, mas só se explodisse perto das outras armas biológicas, pois assim juntariam sua química e formariam uma arma altamente fatal na qual não conseguiríamos deter. Agora se ela se espalhar desse jeito mesmo, os contaminados terão complicações respiratórias complicadas, mas não dura muito tempo, os próprios anticorpos podem detê-lo com remédios ou sem remédios, o vírus na pessoa pelo contrário do que se pensa. Depois que ela se cura, ela passa a ter o sistema imunológico mais forte, não terão muitos problemas.
- Ah bom! – diz Carlos aliviado – complicações complicadas?... É, vai...
Nossos heróis então entram no caminhão, ficam apenas Jesus, Carlos e Nayra os outros pegam carona com o chefe da organização, que os leva para sua casa. Logo nossos heróis que ficaram, já estão chegando na rodovia e tem logo uma surpresa quando chegam nela, está passando de camionete cabine estendida.(Aquelas pra famílias grandes.) O Marcos, Bárbara e seu primo Flávio, eles encostam a camionete e saem dela, Marcos já sai falando com Jesus:
- Rávew! Grande amigo! – diz ele emocionado.
- E aí cara!
Os dois se abraçam rapidamente, se largam e Carlos então pergunta:
- De onde vocês se conhecem?

Jesus responde:
- Ih cara, eu ele já somos amigos já faz tempo meu. – diz ele sorrindo
- É isso aí Carlos, esse daqui era o mais doidão da turma. – Diz Marcos.
- Nós fazíamos altas loucuras meu! Se lembra aquela vez que a gente teve que fugi da polícia quando tínhamos pulado o muro pra entrá na festa de rodeio?
- Lembro cara! Até que o c pulo aquele muro de três metros e meio tipo o Jackie Cham! Mais nóis era doido antes dos vinte anos.
- Foi um dos pulos mais loco que fiz, uma passada só cara e já tava mandando a mão em cima do muro e passando do outro lado. Muito doido! – diz Jesus alegremente.
- Cara! Eu parei de fumá finalmente! – diz Marcos alegremente.
- Foi mesmo cara, então olha que acabo adiantando você te quase morrido no bar.
- É cara. E agora finalmente eu vou virar monge budista e dar um jeito de alcançar a iluminação. Só vim aqui com meu primo e minha irmã para passar umas férias em Acapulco. Acabo que aconteceu mesmo igual o que cê escreveu que ia acontece na minha vida! – diz ele espantado.
- Legal cara!
Carlos e Nayra então trataram de cumprimentar seus amigos que estavam próximos, nossos heróis então se acomodaram e se abundaram nas poltronas(Sempre tem uma exceção.) da camionete e foram todos para o Brasil, numa longa e divertida viagem.

Pesquisar este blog

Milton: O Jesus d Preto

Milton: O Jesus d Preto
Isso é porque muita gente me chama d Jesus, mas sou só o Milton mesmo porque Jesus é todo mundo.

Deseja fazer um Pacto com OGGU?

O q você acredita q vem depois da morte?

Você a favor da legalização das drogas?

Qual sistema d governo você acha ideal pra o mundo?

Todo poder Executivo e Legislativo devia viver num regime comunista ou socialista?

Daily Calendar

Capa do meu livro

Capa do meu livro
Essa foto é do meu amigo Alberto q fez esse blog pra mim e me ensinou a mexer nele.

Your IP and Google Map location